Desenvolvimento da gravidez desde o primeiro mês: Parte II

Contents
  1. Gravidez Passo a Passo – FGO Clínica de Fertilização
  2. 01ª Semana
  3. 02ª Semana
  4. 03ª Semana
  5. 04ª Semana
  6. 05ª Semana
  7. 06ª Semana
  8. 07ª Semana
  9. 08ª Semana
  10. 09ª Semana
  11. 10ª Semana
  12. 11ª Semana
  13. 12ª Semana
  14. 13ª Semana
  15. 14ª Semana
  16. 15ª Semana
  17. 16ª Semana
  18. 17ª Semana
  19. 18ª Semana
  20. 19ª Semana
  21. 20ª Semana – Gravidez Passo a Passo
  22. 21ª Semana
  23. 22ª Semana
  24. 23ª Semana
  25. 24ª Semana
  26. 25ª Semana
  27. 26ª Semana
  28. 27ª Semana
  29. 28ª Semana
  30. 29ª Semana
  31. 30ª Semana
  32. 31ª Semana
  33. 32ª Semana
  34. 33ª Semana
  35. 34ª Semana
  36. 35ª Semana
  37. 36ª Semana
  38. 37ª Semana
  39. 38ª Semana
  40. 39ª Semana
  41. 40ª Semana
  42. Desenvolvimento do bebê – 1-3 semanas de gestação
  43. Desenvolvimento do bebê
  44. Tamanho do bebê
  45. Mudanças no corpo da mulher
  46. Cuidados durante a 1-3 semanas
  47. Sua gravidez por trimestre
  48. Os ciclos da gravidez, onde está nessa linha do tempo?
  49. Primeiro Trimestre do ciclo da gravidez
  50. 1° Semana
  51. 2° Semana
  52. 3° Semana
  53. 4° Semana
  54. 5° Semana
  55. 6° Semana
  56. 7° Semana
  57. 8° Semana
  58. 9° Semana
  59. 10° Semana
  60. 11° Semana
  61. 12° Semana
  62. 13° Semana
  63. Segundo Trimestre do ciclos da gravidez
  64. 14° Semana
  65. 15° Semana
  66. 16° Semana
  67. 17° Semana
  68. 18° Semana
  69. 19° Semana
  70. 20° Semana
  71. 21° Semana
  72. 22° Semana
  73. 23° Semana
  74. 24° Semana
  75. 25° Semana
  76. 26° Semana
  77. Terceiro Trimestre do ciclos da gravidez
  78. 27° Semana
  79. 28° Semana
  80. 29° Semana
  81. 30° Semana
  82. 31° Semana
  83. 32° Semana
  84. 33° Semana
  85. 34° Semana
  86. 35° Semana
  87. 36° Semana
  88. 37° Semana
  89. 38° Semana
  90. 39° Semana
  91. 40° Semana
  92. Gestação mês a mês: desenvolvimento do feto e mudanças no corpo da mãe
  93. Primeiro trimestre
  94. Semanas 5 a 8
  95. Semanas 9 a 12
  96. Segundo trimestre
  97. Semanas 17 a 20
  98. Semanas 21 a 25
  99. Terceiro trimestre
  100. Semanas 31 a 34
  101. Semanas 35 a 40
  102. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  103. Gravidez semana a semana: Saiba como o bebê se desenvolve
  104. O que é a placenta
  105. Como o útero se modifica
  106. Duração da gravidez
  107. Como o tempo de gravidez é medido
  108. O que é a data provável de parto (DPP) e como ela é calculada
  109. Acontecimentos por períodos de gravidez

Gravidez Passo a Passo – FGO Clínica de Fertilização

Desenvolvimento da gravidez desde o primeiro mês: Parte II

Confira esse artigo completo sobre Gravidez Passo a Passo.

O método de contagem da idade gestacional começa mesmo antes de ter acontecido a concepção (fecundação). Dessa forma, a semana 1 começa com o 1º dia da sua última menstruação. Ainda não há bebê. A partir da concepção, no final da 2ª semana, pela nossa contagem, o bebê aparece e passará por uma série de transformações.

Saiba semana a semana, tudo que está acontecendo com o bebê, a mamãe eo papai durante a gravidez. Navegue pelo menu acima, escolhendo asemana desejada ou caminhando semana a semana pelas setas.

01ª Semana

O método de contagem da idade gestacional começa mesmo antes de ter acontecido a concepção (fecundação). Dessa forma, a semana 1 começa com o 1º dia da sua última menstruação.

02ª Semana

Nesse momento está acontecendo o preparo do berço do bebê, ou seja, o útero estará sofrendo profundas modificações para receber o futuro embrião em desenvolvimento.

03ª Semana

No início dessa semana acontece a concepção. Os espermatozóides encontram-se com o óvulo na trompa e o milagre da vida começa. É um processo que leva cerca de 24 horas.

04ª Semana

04ª Semana do Gravidez Passo a Passo. No final desta semana as células do zigoto se multiplicam enquanto ele caminha pela trompa, dando origem a uma minúscula estrutura (cerca de 0,2 mm de diâmetro – 5 vezes menor que a cabeça de um alfinete) denominada blastocisto.

05ª Semana

No início desta fase o embrião tem a forma de um “disco” e mede cerca de 0,4 mm; no final da mesma ele tem a forma de uma “sola de sapato” (a região da cabeça é mais larga e maior que a região da cauda) e mede em torno de 2,5 mm.

06ª Semana

Os primeiros batimentos cardíacos do embrião já começaram. Ele mede cerca de 2,5 mm de comprimento no início dessa semana e tem a forma de um “S”. O embrião já apresenta o esboço da cabeça, coração e um tubo neural.

07ª Semana

O bebê mede cerca de 6 mm de comprimento no início desta semana (é o tamanho de um grão de arroz). A formação dos braços e pernas continua, embora os dedos das mãos e dos pés ainda não tenham se formado.

08ª Semana

08ª Semana do Gravidez Passo a Passo. O embrião mede cerca de 12-13 mm de comprimento no início desta semana. A face continua a mudar, aparecem as orelhas, os olhos e a ponta do nariz.

09ª Semana

No início desta semana o bebê mede cerca de 15-16 mm. As primeiras ondas cerebrais são detectadas. A estrutura básica dos olhos já está bem adiantada, porém ainda situados de cada lado da cabeça do embrião.

10ª Semana

No início desta semana o bebê mede cerca de 22 mm. Ele começa a se movimentar dentro do útero, embora a mãe não perceba. Os olhos estão bem desenvolvidos, porém ainda situados de cada lado da cabeça do embrião.

11ª Semana

A partir de agora o bebê é chamado de feto. A parte mais crítica do desenvolvimento já terminou. Esse é um período de rápido crescimento e desenvolvimento, e o bebe tem cerca de 26 mm de comprimento no início da semana, atingindo cerca de 50 mm no final.

12ª Semana

Nessa fase quase todos os órgãos e estruturas do feto estão formados. Eles continuarão a crescer e desenvolver até o parto. Os dedos das mãos e pés já se separaram e os pelos e unhas iniciam o seu crescimento.

13ª Semana

Enquanto o bebê continua a crescer, começam a se formar as cordas vocais. A face parece cada dia mais e mais humana. Os olhos começam a se mover para ficarem juntos na frente da face assumindo sua posição normal e definitiva.

14ª Semana

O feto mede cerca de 14 a 15 cm de comprimento e pesa em torno de 40 a 60 gramas. Começa a fazer movimentos respiratórios – inspiração e expiração. Os olhos e ouvidos continuam a se desenvolver e a assumir suas posições definitivas.

15ª Semana

Se você fizer um exame de ultra-som agora vai notar seu bebê sugando o polegar. Os ossos estão ficando mais duros a cada dia. A pele é muito fina e transparente.

16ª Semana

Se você nunca sentiu os movimentos do bebê, é possível que já possa percebê-los, pois os seus ossos estão cada vez mais enrijecidos. Agora as pernas são maiores que os braços e ele move os membros com muita frequência.

17ª Semana

Esse é um período de rápido crescimento, quando começa a deposição de gordura sob a pele do bebê. O feto e a placenta possuem o mesmo tamanho agora.

18ª Semana

18ª Semana do Gravidez Passo a Passo – Seu bebê está perto das 260 gramas e tem feições humanas completas; mede cerca de 19 cm de comprimento. As pontas dos dedos estão mais recheadas, os olhos estão mirando para frente (antes eles estavam na parte lateral da face).

19ª Semana

Esse é um período de intenso crescimento. Mede cerca de 20 cm dos pés à cabeça e pesa cerca de 300-320 gramas. Juntamente com o lanugo, forma-se o “vérnix caseoso” na pele de seu bebê.

20ª Semana – Gravidez Passo a Passo

Estamos na metade do caminho da gestação e o bebê dorme e acorda como um recém-nascido. Os cabelos do couro cabeludo começam a se formar. A presença dos pelos temporários, denominados de “lanugo”, aparecem na cabeça.

21ª Semana

A fase de crescimento rápido começa a reduzir. Os cílios e o couro cabeludo tornam-se mais visíveis e o feto pisca mais freqüentemente. O lanugo cobre completamente o corpo, embora seja mais concentrado em torno da cabeça, pescoço e face.

22ª Semana

22ª Semana do Gravidez Passo a Passo – O bebê está perto de meio quilo, ainda muito magrinho, porém muito desenvolvido. Mede cerca de 26 cm da cabeça aos pés. Os cílios e as sobrancelhas estão agora formados e o cérebro começa a crescer rápido.

23ª Semana

Seu bebê pesa cerca de 580 gramas agora. Mede cerca de 27 cm da cabeça aos pés. O corpo torna-se mais proporcional a cada dia e os ossos do ouvido médio começam a endurecer, tornando possível a condução do som.

24ª Semana

O feto ainda é magro e não possui muito tecido gorduroso. O bebê deve ganhar cerca de 80 gramas esta semana enquanto o corpo começa a se tornar mais rechonchudo.

25ª Semana

As estruturas da coluna – 33 anéis, 150 juntas e cerca de 1000 ligamentos – começam a se formar. Os vasos sangüíneos dos pulmões estão em franco desenvolvimento e as narinas se abrem. Os pulmões já são capazes de se adaptar à vida extra-uterina.

26ª Semana

Seu bebê está pesando cerca de 900-1000 gramas e medindo cerca de 31-32 cm de comprimento. Os vasos sangüíneos começaram a proliferar nos pulmões na última semana, os pequenos sacos de ar pulmonares (alvéolos) terminam sua formação nesta semana.

27ª Semana

Durante essa semana o cérebro continua seu rápido crescimento e os pulmões já estão quase completamente desenvolvidos. Os pulmões são capazes de respirar o ar.

28ª Semana

Seu bebê está crescendo e se desenvolvendo a uma velocidade incrível. As sobrancelhas e os cílios agora estão presentes, e os cabelos estão mais espessos. As pálpebras se abrem e os olhos estão completamente formados.

29ª Semana

A cabeça do feto começa a ficar proporcional ao resto do corpo. Ele pesa cerca de 1300 gramas e mede em torno de 37 cm. O acúmulo de gordura sob a pele, continua.

30ª Semana

Nosso pequeno príncipe pesa em torno de 1500 gramas agora. Mede cerca de 39 cm da cabeça aos pés. A superfície do cérebro fetal apresenta um aspecto enrugado com circunvoluções do tecido nervoso.

31ª Semana

O crescimento começa a diminuir um pouco a velocidade e o cérebro passa por mais um período de rápida expansão. O tamanho da cabeça aumenta à medida que o cérebro em crescimento empurra o crânio externamente, criando mais circunvoluções na superfície.

32ª Semana

O feto repousa sobre o útero – não mais flutua. Os olhos se abrem na fase alerta e se fecham durante o sono. A cor dos olhos é geralmente azul, embora a pigmentação permanente ainda não esteja totalmente desenvolvida.

33ª Semana

Nessa fase o líquido amniótico atinge o seu nível máximo na gravidez. Essa quantidade permanece constante até o final. O rápido crescimento do cérebro aumentou o tamanho da cabeça cerca de 1 cm nessa semana.

34ª Semana

O bebê já responde como um recém-nascido, com seus olhos abrindo e fechando durante o ato de dormir e acordar. Há franco o desenvolvimento da imunidade para lutar contra as infecções.

35ª Semana

A cabeça pode agora posicionar-se na pelve (o feto vira de cabeça para baixo) antes do parto. As gengivas apresentam os sulcos dentários. O sistema gastrointestinal é ainda muito imaturo e permanecerá assim até 3 a 4 meses após o nascimento.

36ª Semana

Faltando cerca de 4 semanas para o final, o feto está quase pronto para nascer. Ele pode adentrar o canal de parto a qualquer momento a partir de agora. Nesta semana a gordura está preenchendo os ombros e joelhos bem como formando dobras no pescoço.

37ª Semana

A partir de 37 semanas o bebe estará pronto para nascer. Ele pesa cerca de 3 quilos e mede em torno de 47 cm agora. O corpo está mais arredondado e rechonchudo devido a novos depósitos de gordura.

38ª Semana

O bebê está ganhando cerca de 30 gramas por dia agora. Seus intestinos estão acumulando grande quantidade de mecônio (as primeiras excretas do bebê). A circunferência da cabeça e a do abdome têm agora o mesmo tamanho.

39ª Semana

A maior parte do lanugo já desapareceu e o bebê se prepara para nascer em poucos dias. O crânio ainda não é totalmente sólido, apresentando-se mais amolecido nas 5 fontanelas, que ainda estão separadas e podem ser apertadas umas contra as outras.

40ª Semana

40ª Semana do Gravidez Passo a Passo – A última semana. O bebê pesa em torno de 3300 a 3700 gramas e mede cerca de 50-51 cm dos pés à cabeça.

Источник: https://www.clinicafgo.com.br/obstetricia/gravidez-passo-a-passo/

Desenvolvimento do bebê – 1-3 semanas de gestação

Desenvolvimento da gravidez desde o primeiro mês: Parte II

Semana de gestação: 1-3 semanas

Equivale ao mês: Início do 1º mês

Equivale aos dias: 1 a 21 dias de gestação

O primeiro dia da gravidez é considerado o primeiro dia da última menstruação porque a maior parte das mulheres não consegue saber com certeza quando foi o seu dia mais fértil, e também não é possível saber em que dia exato ocorreu a fecundação já que o espermatozoide pode sobreviver até 7 dias dentro do corpo da mulher.

Tecnicamente, nas primeiras duas semanas a mulher não está grávida porque ainda não ovulou, no entanto, o útero está se preparando e, nessas semanas acontece o engrossamento do revestimento do útero, chamado endométrio, para receber o embrião, caso ocorra a fecundação.

A ovulação ocorre entre entre a 2ª e a 3ª semana e, se os espermatozoides encontrarem o óvulo podem fecundá-lo, começando a se dividir e a originar o embrião, que vai chegar até ao útero e implantar-se, processo conhecido como nidação, numa das suas paredes espessas. Confira como saber se houve fecundação e nidação.

Durante a 3ª semana, embora ainda não existam muitos sintomas nesta fase da gravidez, é normal a mulher começar a sentir mais inchada, emotiva e com alguns enjoos que acontecem devido às alterações hormonais que estão acontecendo e, pode acontecer um pequeno sangramento, como consequência da nidação.

Desenvolvimento do bebê

Após a concepção, o embrião, em desenvolvimento, fornece uma informação ao cérebro sobre a sua existência, através do hormônio Beta HCG, que inibe a próxima menstruação. Além disso, o hormônio Beta HCG também mantém os níveis de progesterona elevados durante toda a gestação, essenciais para evitar contrações durante a gestação e a expulsão do embrião antes do tempo. 

Uma vez que ainda não existe placenta, o embrião comporta-se de forma independente da mãe, no entanto, já é dependente do corpo da mãe para receber o abrigo necessário para o seu desenvolvimento.

A placenta normalmente desenvolve-se por volta das 12 semanas de gestação, quando as necessidades do bebê se tornam mais exigentes, necessitando de maior quantidade de sangue, oxigênio e nutrientes.

Tamanho do bebê

O embrião ainda é muito pequeno, medindo , aproximadamente 0,15 mm, sendo menor que uma semente de chia.

Mudanças no corpo da mulher

Nestas primeiras semanas raramente a mulher percebe os sintomas de gravidez, no entanto, pode acontecer um pequeno sangramento, como consequência da nidação e, em algumas grávidas podem começar a surgir os primeiros sinais, como mais inchaço e maior sensibilidade, além de poder sentir-se mais emotiva.

Além disso, é normal que apareçam os primeiros enjoos, uma vez que estão acontecendo alterações hormonais comuns na gravidez. Conheça os primeiros 14 sinais de que pode estar grávida. 

Para confirmar a gestação, é possível fazer exames de urina ou de sangue, que medem a quantidade do hormônio beta HCG presente, identificando assim a gravidez

Cuidados durante a 1-3 semanas

Quando a mulher souber que está grávida, é fundamental marcar uma consulta com o obstetra para começar o acompanhamento da gravidez, ser avaliada e serem feitos exames para saber quais os níveis de ácido fólico, que é uma vitamina importante para prevenir malformações do bebê.

As primeiras semanas de gravidez são as que requerem um maior cuidado, uma vez que existe o risco de perder o bebé e, desta forma, é importante que a mulher não pratique exercícios que tenham um grande impacto, como saltar ou lutar, no entanto, pode caminhar, correr ou fazer natação.

Os cuidados com a alimentação como, evitar gorduras, açúcar ou alimentos mal cozinhados devem ser feitos ao longo de toda a gravidez, começando a partir do momento em que a mulher saber que está grávida.

É importante que a grávida não tome remédios sem orientação do médico porque podem provocar malformações no bebê e aumentar o risco de aborto, incluindo alguns remédios para os enjoos. Assim, para aliviar os sintomas a mulher pode beber e comer alimentos gelados ou bolachas de água e sal. Veja 5 formas naturais de aliviar o enjoo na gravidez.

Sua gravidez por trimestre

Para facilitar a sua vida e você não perder tempo procurando, separamos toda a informação que você precisa por cada trimestre de gestação. Em que trimestre você está?

Источник: https://www.tuasaude.com/desenvolvimento-do-bebe-1-a-3-semanas-de-gestacao/

Os ciclos da gravidez, onde está nessa linha do tempo?

Desenvolvimento da gravidez desde o primeiro mês: Parte II

O momento tão aguardado chegou, sua gravidez! Os próximos 9 meses serão de muitas mudanças hormonais, psicológicas, financeiras e com certeza várias dúvidas. Separamos, para que fique mais calma e preparada, como serão os ciclos da gravidez. 

A cada semana da gestação ocorrem mudanças no desenvolvimento do bebê, por isso vamos entender como cada trimestre é importante.

O primeiro trimestre da gravidez vai da primeira à 12ª semana.
O segundo trimestre vai da 13ª a 28ª semana da gestação.
O terceiro trimestre vai da 29ª à 40ª semana da gravidez.

Primeiro Trimestre do ciclo da gravidez

É um momento de risco, principalmente para mulheres que estão esperando o primeiro filho, pois são os primeiros meses de vida do bebê e pode haver aborto espontâneo. Mas também a cada semana que se passa, no primeiro trimestre do ciclos da gravidez, o feto se torna mais forte e assim essa possibilidade diminui.

1° Semana

É o processo normal do ciclo menstrual. A primeira semana começa a ser contada no primeiro dia da menstruação. Nessa semana o corpo da mulher se prepara para a segunda, onde ocorrerá a fecundação.

2° Semana

É o processo de ovulação. O corpo prepara para a fecundação e libera hormônios que permite condições necessárias para gerar o bebê. A fecundação acontece quando o homem ejacula e o espermatozoide fertiliza o ovulo e desce pro útero.

3° Semana

O óvulo fecundado fixa na parede uterina, isso pode fazer com que a mulher perca um pouco de sangue, mas não chega a prejudicar a gravidez. Nessa semana começa a formação da placenta, cordão umbilical, a bolsa amniótica, vitelina e a membrana protetora do interior do útero.

Sintomas como enjoo matinal, sonolência, sensibilidade e dor nos seios, variações emocionais, cólicas e prisão de ventre vão acompanhar a mulher nessas primeiras semanas.

4° Semana

Visto que a produção de hormônios aumenta, a gravidez já pode ser detectada por testes de farmácia, sangue ou urina. No feto, começa a diferenciação de osso, pele, órgãos, olhos e boca. Apesar de ainda não ser detectável, o sexo do bebê já está determinado.

5° Semana

Nessa semana já é possível ouvir os batimentos cardíacos na ultrassom. A alimentação a partir dessa semana é de grande importância, pois tudo que você come vai para o bebê.

6° Semana

A aparência começa a ficar mais semelhante a um bebê. Começa o desenvolvimento de tecido, medula espinhal, queixo e maxilar. O embrião já tem cérebro.

Semana

A placenta está em continuo desenvolvimento, assim começa a produção de ligações nervosas. Os rins começam a funcionar, os braços e pernas estão em crescimento. O rosto começa a ganhar forma com olhos, boca, nariz e maças do rosto.

8° Semana

Começa a ligação entre neurônios e os membros, por isso podem aparecer os primeiros movimentos, mesmo que ainda não sentindo pela mãe por conta da distância do feto e o útero.

9° Semana

O embrião passa a ser um feto. Nessa semana, começa a intensificar o desenvolvimento das glândulas mamárias na mãe, os seios podem ficar maiores, mais sensíveis e doloridos ao toque.

10° Semana

Dentro da gengiva, os primeiros dentes estão se formando. O cérebro continua em formação e as feições do rosto começam a se diferenciar e os dedos a se separar.

11° Semana

O coração bate cada vez mais forte. Nas pontas dos dedos já tem unhas se formando. Os desejos da mãe começam a ficar mais intensos e a placenta se assenta no útero e começa o principal papel para o suprimento do bebê, como a troca de circulação sanguínea e a troca hormonal.

12° Semana

Sintomas como grande apetite estão mais aparentes. Os órgãos internos já estão formados e o feto começa a crescer e engordar.

13° Semana

O bebê já pode ouvir os barulhos produzidos pelo corpo da mãe e, lá no fundo, a voz dela. Nesse período é comum os sintomas mais aparentes da gravidez, como náuseas, fadiga e vômitos, diminuírem, e assim começa os momentos alegres da gestação com o 4° mês de gravidez.

Segundo Trimestre do ciclos da gravidez

O risco de aborto diminui e o sexo do bebê pode ser identificado.

14° Semana

A primeira semana do segundo trimestre começa o crescimento de pelos, na sobrancelha e cabelo. O corpo da mulher começa a esticar, por isso algumas estrias podem aparecer. Na barriga aparece uma linha fina e escura, que separa o abdômen em duas partes.

15° Semana

Já é possível identificar o sexo do bebê através da ultrassom. Na mamãe, devido a circulação de sangue e fluidos serem intensas, os pés e tornozelos podem ficar inchados. O útero vai ganhando mais espaço e a compressão da bexiga e intestino é normal.

16° Semana

O bebê consegue sentir as carícias feitas pela mãe na barriga, devido já ter desenvolvido a percepção de luz.

17° Semana

Nessa semana, o bebê se movimenta muito. Mas só em alguns momentos que a mãe consegue sentir. Os enjoos começam a sumir, porém as dores podem aumentar visto que o útero está se expandindo e tomando lugar de outros órgãos.

18° Semana

O coração da mãe trabalha mais rápido que o normal, com isso em determinados momentos, caso levante rápido é possível sentir tonturas. Se deitar um pouco e corrigir o nível de açucar no sangue pode ajudar a melhorar essas tonturas.

19° Semana

Agora o bebê começa a ter seu horário de sono, independente da mãe. A barriga começa a ficar mais pesada e pode se notar algumas mudanças, como o sono, por exemplo. Caso seja uma menina, o sistema reprodutor já esta quase formado. Se for menino, os testículos estão formados e produzindo testosterona.

20° Semana

Devido a essa semana, os movimentos do bebê são grandes. Nessa fase, também é comum a mamãe começar a produzir o colostro, que é o leite das primeiras mamadas do bebê. A mãe pode ganhar de 4 a 6 quilos. A azia pode ser sentido nessa fase, bebidas ou alimentos gelados podem ajudar com o alívio desse sintoma.

21° Semana

Marca o 5° mês da gestação, 147 dias de gravidez. É nessa fase que inchaços podem começar a fazer parte da vida da gestante, por isso, pode ser recomendado exercícios físicos indicados à gestação.

22° Semana

Todos os órgãos estão funcionando, menos o pulmão, porque irá funcionar só na hora do parto. Os traços já estão bem definidos e podem ser vistos na ultrassom, será bem parecido com o bebê que irá nascer.

23° Semana

A barriga só cresce e fica mais aparente. A linha escura fica cada vez mais visível. Quando a mãe fala com o bebê, faz com que ele reconheça sua voz e futuramente possa responder a estímulos referentes a isso, como se acalmar na barriga ou até mesmo chutar em resposta.

24° Semana

Começa o 6° mês da gestação. O bebê dorme quase o tempo todo, mas quando acordado, há movimentos constantes. Esses movimentos fazem com que a mãe tenha muita vontade de ir ao banheiro, tenha dores nas costas, na lombar e dificuldade pra dormir.

25° Semana

Nessa fase da gravidez, o bebê pode ganhar de 30 a 50 gramas por dia. Tem um peso aproximado de 680g e 30 a 33 cm de tamanho. Ainda nessa semana, os movimentos internos do corpo do bebê estão ocorrendo normalmente, além disso ele engole líquido amniótico que percorre todo seu sistema digestivo e é expelido novamente através da bexiga.

26° Semana

O feto consegue sentir com mais intensidade as carícias feitas na barriga, pela mãe, pai ou qualquer outra pessoa. A retenção de líquido é mais comum e se torna um incômodo. A alimentação da mãe deve ser mais nutritiva e variada, por isso os médicos recomendam fazer as refeições menores e a cada 3 horas.

Terceiro Trimestre do ciclos da gravidez

O ultimo trimestre entra no 7° mês da gravidez, onde as futuras mamães começam a preparar o quarto, realizar chás de bebês, fazendo com que a ansiedade só aumente.

27° Semana

O diafragma do bebê treina seus movimentos, que podem ser sentidos pela mãe e associados a um leve soluço, o que é normal. Visto que o útero continua a crescer, o estômago fica comprimido, assim pode ser comum a mãe ter uma sensação de estômago cheio. Varizes, hemorroidas e cãibras podem ser comuns nessa fase, para aliviar procure seu médico.

28° Semana

A comparação de tamanho é de uma berinjela grande, com 38 cm. Dessa forma, o bebê chega no seu primeiro kg. Cada vez com menos espaço, a mãe pode conseguir distinguir um chute de um soco, indicando assim a posição do bebê na barriga. Caso o nome do bebê já estiver escolhido, chame pelo nome, isso fará com que ele reconheça com mais facilidade quando vier ao mundo.

29° Semana

A ingestão de cálcio, pela mãe, é muito importante para a formação dos ossos do feto que ficam cada vez mais fortes. As cãibras serão constantes, para evita-las, é recomendado alimentos com grandes níveis de cálcio, potássio e magnésio. Certamente os alongamentos antes de dormir serão de grande ajuda contra esse mal.

30° Semana

O crescimento fica mais lento, pois faltam só 10 semanas para o parto e o principal objetivo é ganhar peso ideal. A pele se estica e as tão temidas coceiras aparecem.

Esse sintoma é normal, procure sempre evitar coçar, e ao invés disso, faça massagens com cremes hidratantes.

Os órgãos estão cada vez mais comprimidos e o pulmão é o que mais sofre, fazendo com que tenha dificuldade pra respirar.

31° Semana

O bebê começa a alterar muitas vezes a posição dentro da barriga, virando para baixo, de ponta cabeça, com os joelhos dobrados. A conexão mãe e filho ficam cada vez maior, pois é possível conversar com o bebê e obter resposta, com chutes e empurrões. Nessa fase é necessário se atentar pra sinais de parto pré maturo como:

  • Dores nas costas que vem e vão;
  • Cólicas parecidas com a da menstruação;
  • Barriga dura em alguns lugares;
  • Contrações esparsas;
  • Perda de líquido;
  • Secreção vaginal fora do normal.

32° Semana

8° e o penúltimo mês de gravidez. O bebê reage à dor, ao toque, ao som, à luz e tem paladar. Nessa fase, é normal sentir contrações, a barriga fica mais dura, mas ainda não há dores intensas como as sentidas na hora do parto. O bebê começa a sentir com mais força o sabor dos alimentos que você ingere. Por isso, beba muito líquido e evite comidas muito salgadas.

33° Semana

Nessas últimas semanas, o peso aumenta consideravelmente e a mãe pode sentir isso nas costas e pernas, que sentem dificuldade em sustentar todo o peso. O bebê já está do tamanho de um abacaxi, já são 231 dias de gravidez.

34° Semana

Aplique mais creme hidratante com frequência para manter os níveis de água na pele estáveis. Pois com o aumento da barriga e a grande extensão do útero, os hormônios estão à flor da pele na mãe, fazendo com que surja erupções na pele, mais comum na barriga, seios e quadril. As dores ficam mais comuns, isso indica que os ossos e a musculatura do quadril estão se abrindo.

35° Semana

A ansiedade aumenta nessa fase. O bebê se prepara para a hora do parto e já se posiciona com a cabeça para baixo.

As contrações aparecem mais, uma sensação de aperto, onde o útero fica duro por 30 segundos e depois descontrai. Da mesma forma dores abdominais parecidas com cólica são sinais também.

Caso esses sintomas tornam-se regulares, de 10 em 10 minutos ou em 5 em 5 minutos, está na hora de ir para a maternidade.

36° Semana

Inicia o 9° mês da gestação. São 252 dias de gravidez, seu bebê está com 51,2 cm de tamanho. A partir dessa semana o bebê pode nascer e ter plenas condições de sobrevivência. Além disso, você deve sentir seu bebê mexer pelo menos 10 vezes durante 12 horas, mais ou menos a partir das 9 da manhã. Caso isso não aconteça, procure seu médico.

37° Semana

Uma grande preocupação nessa fase é a pré-eclâmpsia, que é um aumento excessivo da pressão arterial na gestação, o que pode levar a causar convulsões. Essas convulsões podem deixar sequelas na mãe a na criança, por isso fique atenta aos sintomas, que são: inchaço no rosto e mãos, pressão alta e proteína na urina.

38° Semana

O bebê já está do tamanho de uma jaca. A placenta começa a diminuir suas atividades com a proximidade do parto, parando quase totalmente. Os seios da mãe estão maiores e podem já estar cheios de leite, a pele se estica, ficando assim fina e sensível, sendo possível ver as veias.

39° Semana

Por fim, chegamos na semana em que o bebê já esta pronto para o nascimento. Os pulmões estão completamente desenvolvidos, prontos para respirar. Muitas mães entram em trabalho de parto na 39ª semana, em contraste com isso a criança pode ficar até a 42ª semana de gestação dentro do útero.

40° Semana

Caso chegue a essa semana, não se preocupe, o bebê ainda pode levar duas semanas para continuar aproveitando o conforto da sua barriga. Muitos médicos induzem o parto na 40° ou 41° semanas de gravidez, pois o bebê está acomodado e quentinho.

Источник: https://humanamedicinareprodutiva.com.br/fique-por-dentro/os-ciclos-da-gravidez-onde-voce-esta-nessa-linha-do-tempo/

Gestação mês a mês: desenvolvimento do feto e mudanças no corpo da mãe

Desenvolvimento da gravidez desde o primeiro mês: Parte II

No entanto, como nem sempre se sabe quando ela ocorreu, é de praxe contar a gravidez a partir do primeiro dia da última menstruação. Portanto, para facilitar o cálculo, considera-se que você está grávida antes mesmo da fecundação ter ocorrido! Segundo essa contagem, a duração total da gravidez é de 40 semanas (e também dura três trimestres)

A divisão por trimestres ajuda a mãe a entender quais as principais alterações pelas quais seu corpo e o feto irão passar. Portanto, tal contagem também é utilizada para acompanhar o desenvolvimento do bebê.

Primeiro trimestre

Após a fecundação, o óvulo fecundado passa por várias divisões e se transforma em embrião, para depois se transformar em feto.

Se a gestação está sendo calculada a partir do primeiro dia da última menstruação, você provavelmente engravidou entre a segunda e terceira semanas.

Durante o primeiro mês, seu bebê é realmente minúsculo e tem aproximadamente o tamanho de uma cabeça de alfinete.

Você poderá notar um pequeno sangramento causado pela nidação, o implante do óvulo fecundado no útero.

Durante o primeiro mês, a placenta (que trará oxigênio e nutrientes para nutrir o bebê) e a cavidade amniótica estarão se formando.

Mesmo que a gestação ainda esteja bem no comecinho, o pré-natal deve ser iniciado assim que a mulher descobrir que está grávida. O obstetra irá receitar a alimentação adequada, exames e assim por diante.

Semanas 5 a 8

O bebê ainda é minúsculo, mas seu coração, cérebro, coluna espinhal, músculos, ossos, olhos, boca e membros estão começando a se desenvolver. A placenta, que nutre o bebê, assim como a cavidade amniótica, proporcionam um ambiente seguro e quentinho para que o pequeno cresça. O cordão umbilical se forma e se conecta ao seu organismo.

Você começará a sentir os sintomas de gravidez, como náuseas pela manhã, cansaço excessivo e formigamento e dor nos seios, além de escurecimento dos mamilos. Você também poderá perder um pouquinho de peso.

Semanas 9 a 12

Na nona semana, o bebê já tem o tamanho aproximado de um amendoim. Sua cabeça está mais ereta e o pescoço mais desenvolvido. Durante o ultrassom, você poderá ver como o bebê se move, mesmo que não consiga senti-lo ainda.

No mês seguinte, os braços e pernas são mais longos e podem se dobrar nos cotovelos e joelhos. Até o fim da 12ª semana, dentes e unhas também terão se desenvolvido.

A partir de então, as chances de aborto espontâneo caem consideravelmente.

Até o final do primeiro trimestre, você ainda estará sentindo os sintomas característicos, como enjoos matinais, cansaço, sonolência e aumento do volume dos seios, além de cólicas abdominais discretas e aumento da sede. Alterações emocionais também são comuns: você poderá se sentir fragilizada e ter vontade de chorar à toa.

Segundo trimestre

No início do segundo trimestre, seu bebê estará se desenvolvendo rapidamente. Os olhos se movem para a posição adequada, tornozelos e punhos se formam e, embora a cabeça ainda seja desproporcionalmente grande, o resto do corpo estará começando a ganhar o tamanho proporcional.

As orelhas começam a tomar a posição adequada, o pescoço fica mais longo e as bochechas mais proeminentes. Além disso, o pequeno começa a responder a estímulos externos. Já na semana 15, seu corpo começa a ganhar pelos e cabelos, assim como sobrancelhas, e os ossos ficam mais rígidos.

A sua barriga já estará um pouco visível e, no início do segundo trimestre, você terá a sensação de que seu útero é uma bola suave. Chegou a hora de usar roupas adequadas para gestantes.

Os sintomas recorrentes no primeiro trimestre da gravidez tendem a desaparecer e você poderá sentir o bebê se movendo.

Podem surgir, então, outras sensações desagradáveis, como queimação no estômago e dor nas costas.

Semanas 17 a 20

Na 17ª semana, seu bebê terá dobrado de peso em apenas duas semanas. A gordura começa a se formar, ajudando a produção de calor e o metabolismo do bebê.

Pulmões começam a exalar líquido amniótico, enquanto os sistemas circulatório e urinário já funcionam. Cabelos na cabeça, sobrancelhas e cílios crescem mais. A partir da 18ª semana, o pequeno se movimenta mais e faz até expressões faciais.

Seu paladar está mais desenvolvido e, aos pouquinhos, começa a ouvir e identificar sons, como a voz da mãe.

Na 20ª semana, você estará oficialmente na metade da gestação. Seu útero estará praticamente no nível do seu umbigo e sua cintura provavelmente terá desaparecido. Nesse período, infecções urinárias são mais prováveis, pois os músculos do seu trato urinário relaxam.

Semanas 21 a 25

O seu bebê continua ganhando gordura para se aquecer. A taxa de crescimento diminui, mas seus órgãos ainda estão amadurecendo.

As glândulas sebáceas produzem a vernix caseosa, uma espécie de cera que cobre a sua pele para mantê-la flexível no líquido amniótico.

A cada semana, os músculos do pequeno estarão mais fortes e seu corpinho estará produzindo as células sanguíneas, responsáveis pela luta contra infecções.

Neste período, o médico poderá fazer testes de diabetes gestacionais e você poderá enfrentar novos sintomas de gravidez, como as desagradáveis hemorroidas.

Terceiro trimestre

No início do terceiro trimestre, a audição do seu bebê estará completamente desenvolvida. Conforme reage a sons, seu batimento cardíaco fica mais intenso.

Seus pulmões ainda estão se desenvolvendo, mas suas ondas cerebrais já funcionam como a de um recém-nascido. Ele, inclusive, já está apto a sonhar. Seus padrões de sono também começam a se formar.

As mãos do pequeno ficam ativas. Além disso, ele poderá mudar bastante de posição no útero.

No terceiro trimestre, os sintomas mais comuns de gravidez são a sobrecarga física e emocional e certa dificuldade para respirar e se locomover devido à barrigona.

Semanas 31 a 34

O bebê já distingue diferentes sons, incluindo a voz de familiares e músicas. Na 32ª semana, ele já mede cerca de 18 centímetros e pesa por volta de 1.7 kg. Portanto, enche praticamente todo o espaço do seu útero. Uma camada de gordura se forma sob a sua pele e ele já consegue abrir os olhos. A partir da 33ª semana, o pequeno irá ganhar mais da metade do peso que terá ao nascer.

Você provavelmente começará a ver seu obstetra com mais frequência até o último mês, quando o fará semanalmente. Dores nas costas e cãibras são sintomas comuns, assim como o vazamento do colostro, um líquido amarelado produzido antes do leite, pelos seios.

Semanas 35 a 40

No último mês de gestação, os pulmões terão finalizado o seu desenvolvimento e o bebê terá mais gordura sob a pele para se aquecer quando deixar o útero. Na 36º semana, o bebê pode se movimentar para a parte mais baixa do seu abdômen, pois está se preparando para o nascimento.

O cérebro está se desenvolvimento rapidamente e o pequeno já pode, inclusive, piscar. Agora, ele recebe anticorpos da mãe para proteger contra doenças. Braços, pernas e músculos estão fortes e as unhas já estão no lugar. Logo, sua cabecinha deverá ficar encaixada para o nascimento.

Ao final da gestação, pesará aproximadamente três quilos.

A mãe deve estar em estado constante de prontidão para o parto. Você poderá se sentir bastante desconfortável e seu útero terá enchido a sua pélvis e a maior parte do abdômen. Mas agora falta pouco! Logo logo o bebê estará nos seus braços.

Conheça: Loja Oficial da Danone

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Bibliografia: Sociedade Brasileira de Pediatria (“Filhos: da gravidez aos 2 anos de idade”), Web Medical Team (“Your Pregnancy Week by Week”)

Источник: https://www.danonenutricia.com.br/infantil/gravidez/desenvolvimento/gestacao-mes-a-mes

Gravidez semana a semana: Saiba como o bebê se desenvolve

Desenvolvimento da gravidez desde o primeiro mês: Parte II

Ilustração: Marcella Briotto

Quando um óvulo e um espermatozóide se unem em uma única célula, em um evento chamado de fecundação ou fertilização, começa uma série complexa de eventos que leva à gravidez.

A fecundação acontece na trompa de falópio, também chamada de tuba uterina. Nos dias seguintes à fecundação, a única célula se divide em várias. Ao mesmo tempo, esse pequeno aglomerado de células em divisão se move através da trompa de falópio e chega ao revestimento do útero.

Lá, esse aglomerado implanta, ou seja, “gruda” e começa a crescer. A partir desse momento, passa a se chamar embrião. Ele permanece sendo um embrião até o final da oitava semana de gravidez. Da nona semana em diante, até o momento do nascimento, é chamado de feto.

O que é a placenta

A placenta é formada por algumas dessas células que se dividem rapidamente. Ela é um órgão do feto que só é necessário durante o período da gestação. É essencial para o crescimento e o desenvolvimento do bebê, e também para a manutenção de uma gravidez saudável.

A placenta faz uma interface entre mãe e bebê, evitando sua rejeição pelo organismo materno. Ela realiza as trocas gasosas e elimina produtos residuais do bebê. Também transporta nutrientes e secreta hormônios que regulam tanto o metabolismo materno quanto o crescimento e desenvolvimento fetal.

Ela é composta de um parênquima, do cordão umbilical e das membranas (que circulam a cavidade do líquido amniótico). Uma placenta no nono mês tem 2 a 4 cm de espessura, cerca de 20 cm de diâmetro e pesa em torno de 14% do peso do bebê.

Ela tem sua formação completa no primeiro trimestre e é eliminada após o nascimento do bebê, conforme o útero se contrai e ela se desprende.

Foto: Bia Takata

Como o útero se modifica

Durante a gravidez, o revestimento do útero se torna mais espesso e seus vasos sanguíneos se ampliam para nutrir o feto. Conforme a gravidez progride, o útero se expande para dar lugar ao feto em crescimento. Quando o bebê nasce, o útero já se expandiu muitas vezes seu tamanho normal.

Duração da gravidez

Uma gravidez normal dura cerca de 40 semanas. Essas semanas começam a ser contadas a partir do primeiro dia do seu último período menstrual (DUM).

Presume-se que a gravidez comece 2 semanas após o primeiro dia do DUM. Portanto, um extra de 2 semanas é contado no início de sua gravidez, quando você não está realmente grávida.

A gravidez “oficialmente” dura 10 meses (40 semanas), e não 9 meses, por causa dessas semanas extras.

Saiba como calcular a data provável do parto

Como o tempo de gravidez é medido

A gravidez pode ser dividida em semanas, e às vezes em dias. Quando alguém diz que a gravidez é de 36 e 3/7 semanas, significa que a mulher está grávida há 36 semanas e 3 dias.

As 40 semanas de gravidez geralmente são agrupadas em três trimestres. Cada trimestre dura cerca de 12 a 13 semanas (ou cerca de 3 meses):

Primeiro trimestre: 0 semanas – 13 e 6/7 semanas (meses 1–3)

Segundo trimestre: 14 e 0/7 semanas – 27 e 6/7 semanas (Meses 4 a 7)

Terceiro trimestre: 28 e 0/7 semanas – 40 e 6/7 semanas (meses 7 a 9)

Como essa divisão costuma causar uma certa confusão na hora de dizer qual a idade gestacional em meses, esta tabela pode auxiliar na conversão:

O que é a data provável de parto (DPP) e como ela é calculada

É uma data calculada a partir da última menstruação, ou do ultrassom, que indica quando a gravidez completa 40 semanas. Apenas uma em cada 20 mulheres dá à luz nessa data.

Ainda assim, a DPP é útil por vários motivos, pois determina a idade gestacional do feto ao longo da gravidez, para que seu crescimento possa ser monitorado. Ela também fornece uma linha do tempo para certos exames que a mulher terá que fazer durante a gravidez.

Saiba mais sobre a DPP e como ela é calculada

Acontecimentos por períodos de gravidez

Entre as semanas 1 e 2 da gravidez:

  • Nessas primeiras duas semanas após a menstruação, ainda não aconteceu a fecundação. É a fase de preparo do óvulo e do útero para a concepção, que acontece no 14º dia.

Entre as semanas 3 e 4 da gravidez:

  • Ovulação, fecundação do óvulo, formação do blastocisto, implantação no útero e desenvolvimento das vilosidades coriônicas, que darão origem ao embrião. A mulher ainda não sabe que está grávida e os sintomas são parecidos com sintomas pré-menstruais.

Semana 5 da gravidez:

  • A gravidez só é descoberta a partir de quatro semanas após a última menstruação;
  • Nessa fase, o embrião tem duas semanas de desenvolvimento, o que coincide com o momento em que a mulher percebe o atraso menstrual, faz o teste e o resultado vem positivo;
  • Por enquanto existe apenas um saco gestacional de 1 cm;
  • Pela ação do hormônio Beta HCG, algumas mulheres podem sentir náuseas e vômitos nesse período, melhorando após doze semanas;
  • A ação hormonal também estimula as glândulas mamárias e as mamas ficam doloridas. Outro efeito dos hormônios é sobre o trânsito intestinal, que fica mais lento e com predisposição a formar mais gases.

Entre as semanas 6 e 8 da gravidez:

  • A placenta começa a se formar;
  • O cérebro e a medula espinhal começam a se formar;
  • Os tecidos que formarão o coração começam a bater. O batimento cardíaco pode ser detectado com ultrassom em cerca de 6 semanas de gravidez;
  • Os brotos para membros aparecem, com as mãos e os pés em forma de remo;
  • Os olhos, ouvidos e nariz começam a se desenvolver. As pálpebras se formam, mas permanecem fechadas;
  • Os genitais começam a se desenvolver;
  • No final da oitava semana, todos os principais órgãos e sistemas do corpo começaram a se desenvolver.

Entre as semanas 9-12 da gravidez:

  • Brotos para os dentes futuros aparecem;
  • Dedos e dedos dos pés começam a se formar. Unhas macias começam a se formar;
  • Ossos e músculos começam a crescer;
  • Os intestinos começam a se formar;
  • A coluna vertebral é macia e pode flexionar;
  • A pele é fina e transparente;
  • As mãos são mais desenvolvidas que os pés;
  • Os braços são mais compridos que as pernas.

Entre as semanas 13 a 16 da gravidez:

  • Braços e pernas podem flexionar;
  • Órgãos sexuais externos são formados;
  • O ouvido externo começa a se desenvolver;
  • O feto pode engolir e ouvir;
  • O pescoço é formado;
  • Os rins estão funcionando e começam a produzir urina.

Entre as semanas 17 e 20 da gravidez:

  • O reflexo de sucção se desenvolve. Se a mão flutuar até a boca, o feto pode chupar o polegar;
  • A pele está enrugada e o corpo é coberto com uma camada de cera (vernix) e cabelos finos (lanugo);
  • O feto é mais ativo. A mulher pode sentir o movimento dele ou dela;
  • O feto dorme e acorda regularmente;
  • As unhas crescem até as pontas dos dedos;
  • A vesícula biliar começa a produzir bile, necessária para digerir nutrientes;
  • Nos fetos femininos, os ovos se formaram nos ovários. Nos fetos masculinos, os testículos começaram a descer;
  • Pode ser possível dizer o sexo do feto em um exame de ultra-som;

Entre as semanas 21 e 24 da gravidez:

  • O feto pode soluçar;
  • O cérebro está se desenvolvendo rapidamente;
  • Os canais lacrimais estão se desenvolvendo;
  • Dedos das mãos e pés com impressões digitais;
  • Os pulmões estão completamente formados, mas ainda não estão prontos para funcionar fora do útero.

Entre as semanas 25 e 28 da gravidez:

  • Os olhos podem abrir e fechar e sentir mudanças na luz;
  • O feto chuta e se alonga;
  • O feto pode fazer movimentos de agarrar e responde ao som;
  • Células pulmonares começam a produzir uma substância que permitirá a respiração.

Entre as semanas 29 e 32 da gravidez:

  • Com seu principal desenvolvimento finalizado, o feto ganha peso muito rapidamente;
  • Os ossos endurecem, mas o crânio permanece macio e flexível para o parto;
  • As diferentes regiões do cérebro continuam a se formar;
  • O cabelo na cabeça começa a crescer;
  • O lanugo começa a desaparecer.

Entre as semanas 33 e 36 da gravidez:

  • O feto geralmente se coloca em uma posição de cabeça para baixo para o nascimento;
  • O cérebro continua a se desenvolver;
  • A pele está menos enrugada;
  • Os pulmões estão amadurecendo e se preparando para funcionar fora do útero;
  • Padrões de sono se desenvolvem.

Entre as semanas 37 e 40 da gravidez:

  • O feto começa a se encaixar na pelve da mulher;
  • Mais gordura se acumula, especialmente em torno dos cotovelos, joelhos e ombros;
  • O feto ganha cerca de duzentos a quinhentos gramas por semana durante este último mês de gravidez.

Fonte: Colégio Americano de Ginecologia e Obstetrícia (ACOG), FAQ156, abril de 2018

Источник: https://meuparto.com/blog/gravidez-saudavel/gravidez-semana-a-semana/

Embarazo y niños
Deja una respuesta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: