Desportos de inverno: diversao na neve

The Sims 4 Diversão na Neve: veja seis destaques sobre a nova expansão

Desportos de inverno: diversao na neve

A expansão traz a possibilidade de os Sims terem mais camadas de personalidade, com os chamados estilos de vida.

Além disso, Diversão na Neve inclui novas mortes e lugares inusitados para que os personagens façam oba-oba, como é conhecida a relação sexual do game.

Em evento exclusivo realizado pela EA, o TechTudo conferiu a gameplay com o produtor Graham Nardone e teve acesso ao jogo. Veja, a seguir, seis destaques sobre a nova expansão de The Sims 4.

1 de 4
Em The Sims 4 Diversão na Neve, os personagens poderão fazer esqui, snowboarding e andar de trenó — Foto: Divulgação/Electronic Games

Em The Sims 4 Diversão na Neve, os personagens poderão fazer esqui, snowboarding e andar de trenó — Foto: Divulgação/Electronic Games

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Visual e cultura inspirados no Japão

Parecido com o Monte Fuji, a nova vizinhança ao redor do Monte Komorebi traz arquitetura, natureza, cultura e comidas inspiradas no Japão.

A expansão ganhou modo de construção com móveis e estilo japonês, já que também é possível viver nesta área e não apenas viajar.

Nesta expansão, os profissionais da EA contaram com a colaboração de jogadores da comunidade de The Sims para construir o design do novo mundo.

Além das casas, o jogador também pode vestir seu Sim com roupas de estilo oriental e de inverno para acompanhar a temperatura do local.

O game traz costumes do povo japonês, como tirar os sapatos ao entrar em casa e sentar no chão ao redor da mesa de refeições. É possível comer até 15 novos pratos típicos, incluindo o famoso “hot pot”.

Em Diversão na Neve, os personagens podem visitar santuários, fazer pedidos e apreciar as vizinhanças com cerejeiras ao redor do monte Komorebi.

2 de 4
A nova expansão de The Sims 4 traz elementos da cultura japonesa para o jogo — Foto: Divulgação/Electronic Arts

A nova expansão de The Sims 4 traz elementos da cultura japonesa para o jogo — Foto: Divulgação/Electronic Arts

2. Esportes radicais para seu Sim praticar

No mundo de Diversão na Neve, o objetivo é se divertir e relaxar, com novas possibilidades de esportes para o Sim desenvolver habilidades. É possível esquiar, fazer snowboarding e andar de trenó sozinho ou com a família.

O jogo permite que você acompanhe as atividades do seu personagem e selecione o grau de dificuldade da prática do exercício.

Um diferencial é que é possível gravar vídeos em primeira pessoa para postar nas redes sociais do seu Sim.

Outra atividade radical da expansão é fazer escaladas e trilhas na neve do Monte Komorebi. A caminhada promete ter um nível a mais de dificuldade e desafios, já que, de acordo com o produtor do jogo Graham Nardone, não existem avalanches, mas é possível ter mudanças de tempo e tempestades.

3 de 4
Os Sims podem fazer esportes radicais na neve no Monte Komorebi — Foto: Reprodução/Electronic Games

Os Sims podem fazer esportes radicais na neve no Monte Komorebi — Foto: Reprodução/Electronic Games

3. Novas mortes e lugares para fazer oba-oba

Se tem uma coisa que faz a comunidade de The Sims ficar animada são as possibilidades de novas mortes e lugares para fazer oba-oba, como são chamadas as relações sexuais no jogo.

De acordo com o produtor, os fãs podem esperar as mortes já conhecidas por máquinas de vendas que caem no personagem, mas a novidade está na possibilidade de acidentes durante uma escalada na montanha, assim como também nas tempestades durante excursões para o mesmo local.

Já para fazer oba-oba, Graham manteve mistério, mas contou que os Sims mais ousados podem aproveitar uma caverna de gelo na montanha, caso não consigam aguardar voltar para casa.

4. Novas formas de relaxar com atividades zen

Para aqueles que não são chegados em esportes, a expansão Snowy Escape oferece trilhas pela natureza ao redor da nova vizinhança, com opções para aproveitar a vista e as florestas de bambu.

Também é possível tomar um banho nas águas termais do Monte Komorebi – inclusive, se o seu Sim se machucou praticando algum esporte radical, é bom aproveitar as propriedades curativas e rejuvenescedoras da fonte.

Além disso, as cidades ao redor do monte podem oferecer atividades interessantes no centro, com possibilidade de visitar templos, provar a culinária local, conversar com outros Sims e encontrar a mascote oficial da região, o Yamachan.

4 de 4
É possível dar passeios na natureza e visita aos templos sozinho ou com amigos — Foto: Divulgação/Electronic Arts

É possível dar passeios na natureza e visita aos templos sozinho ou com amigos — Foto: Divulgação/Electronic Arts

5. Festivais típicos cheios de cultura japonesa

Aproveitar por completo a vizinhança do The Sims 4 Diversão na Neve inclui participar de um festival típico oferecido no centro das cidades.

Para saber sobre o festival e quando ele vai ocorrer, é preciso que o Sim busque na placa de informações quando será o próximo evento.

Existem diversas opções de festivais, com decorações, comidas diferentes e um pouco da cultura japonesa. No evento, o personagem pode socializar, desenvolver traços e habilidades e se divertir.

6. Mais emoção e personalidade para seu Sim

Na nova expansão do The Sims 4, os personagens podem desenvolver ainda mais seu estilo de vida.

Dessa forma, os Sims não têm reações iguais para as mesmas atividades, por exemplo, e contam com preferências baseadas nas escolhas feitas ao longo de todo o jogo. No entanto, o jogador não precisa se preocupar caso algum estilo de vida não agrade.

As personalidades não são fixas e podem ser alteradas ao longo do game, até mesmo com poções ou um coach, que será como um treinador de estilos de vida.

Como usar código no The Sims 4

Você gosta de The Sims 4? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo.

Источник: https://www.techtudo.com.br/listas/2020/10/the-sims-4-diversao-na-neve-veja-seis-destaques-sobre-a-nova-expansao.ghtml

10 desportos de inverno extraordinários

Desportos de inverno: diversao na neve

O inverno é a época do ano que permite todo o tipo de diversão e de atividades ao ar livre. É possível exercitar a força física sem derramar uma única gota de suor e tudo graças ao clima seco e fresco. Em alguns lugares, o inverno significa apenas uma mera brisa suave ou um estreitamento no ar.

Noutros lugares, o inverno é um grande manto de neve branca. Há alguns desportos radicais que são praticados especificamente nos meses de inverno, tendo em conta as condições climáticas únicas, especialmente a neve e o gelo. Naturalmente, estes são desportos que não podem ser reproduzidos em qualquer outra época do ano.

Segue-se uma lista que colige 10 dos melhores exemplos:

1. Snowboard alpino

O snowboard alpino é uma submodalidade dentro do snowboard que é normalmente praticada em pistas preparadas especificamente para o efeito. O snowboarding é um dos principais eventos dos Jogos Olímpicos de inverno desde que foi introduzido pela primeira vez em 1998.

O equipamento necessário para praticar snowboard alpino apresenta mais semelhanças com os equipamentos que são utilizados no esqui do que propriamente com o equipamento utilizado no snowboarding tradicional. As pranchas utilizadas no snowboard alpino são mais longas e mais seguras para melhorar a capacidade de aderência.

As botas dos snowboarders alpinos possuem revestimentos duros e outros equipamentos, tais como capacete, também são usados por causa das altas velocidades.

2. Esqui alpino

O esqui alpino, também por vezes designado como esqui downhill, permite aos seus praticantes deslizar abaixo de colinas cobertas de neve sobre esquis. Este desporto é tipicamente praticado com recurso a um equipamento chamado binding.

Snowboarders profissionais e amadores praticam principalmente em resorts de esqui que oferecem serviços úteis à modalidade, tais como teleféricos, neve artificial, primeiros socorros e restaurantes.

O equipamento de esqui alpino, que é tipicamente usado por esquiadores profissionais que correm o mundo à procura das melhores pistas marcadas, é normalmente transportado através de helicópteros ou snowcats.

Esquiadores de elite participam neste desporto de inverno em diversos eventos importantes, tais como campeonatos mundiais de esqui e os Jogos Olímpicos de inverno.

3. Hóquei no gelo

O hóquei no gelo, à semelhança do hóquei em patins, é jogado entre duas equipas de patinadores que usam sticks para movimentar uma bola de borracha dura chamada puck.

Este desporto é conhecido simplesmente como “hóquei” em países onde tem maior notoriedade, tais como o Canadá, os Estados Unidos e também em vários países europeus, como a Letónia e a Suécia.

«Hóquei no gelo» é usado principalmente nos países onde o hóquei se assemelha ao hóquei em pista, como os países asiáticos e outros países europeus. Este desporto de inverno é bastante reputado por ser acelerado, o que lhe valeu o apelido de «o jogo mais rápido da Terra».

4. Patinagem artística

Indivíduos, duos ou grupos executam diversas acrobacias e figuras calçando uns patins e deslizando no gelo com suavidade impressionante. A patinagem artística também é conhecida como o primeiro desporto de inverno incluído nos Jogos Olímpicos no ano de 1908. Atualmente, existem quatro disciplinas em eventos olímpicos que são: homem individual, mulher individual, pares e dança no gelo.

Há também numerosos tipos de patinagem artística praticados em todo o mundo, como patinagem sincronizada e patinagem em grupo. As classificações e competições de patinagem artística internacional são regulamentadas pela União Internacional de Patinagem. É considerado o desporto de inverno com mais seguidores e admiradores do mundo, devido à sua capacidade de proporcionar um verdadeiro show.

5. Salto de esqui

O salto de esqui é uma forma de esqui nórdica, onde os esquiadores descem a rampa de descolagem, dão um salto e tentam aterrar o mais longe possível. O fenómeno de descer a rampa de descolagem é chamado o inrun e os pontos são concedidos com base na distância do salto e estilo.

Os esquis que são usados neste desporto são amplos e longos e medem entre 260 a 275 centímetros. Além de faixas de gelo, o salto de esqui também é praticado em superfícies artificiais no verão. Acredita-se que o salto de esqui tenha origem na Noruega.

Olaf Rye, um tenente norueguês, é o primeiro saltador de esqui conhecido, tendo-se lançado 9,5 metros no ar como uma demonstração de coragem aos seus companheiros soldados em 1809.

6. Bobsled

Equipas de dois ou quatro participantes descem pistas congeladas a alta velocidade e cronometram a sua prestação. As primeiras faixas de Bobsled foram construídas em St. Moritz, Suíça. Os primeiros trenós projetados para transportar passageiros foram adaptados de trenós utilizados para serviços de entrega de produtos e anos mais tarde vários outros tipos de trenós foram desenvolvidos.

7. Slopestyle snowboarding

O Slopestyle é um tipo de desporto de inverno onde os atletas do esqui ou snowboard descem um percurso que inclui uma variedade de obstáculos, tais como trilhos, saltos e outras características acidentadas do terreno. Amplitude, originalidade e qualidade dos truques são os três principais critérios necessários para pontuar mais alto. É considerado por muitos que as raízes desta modalidade são a combinação do skate com o BMX.

8. Curling

Neste desporto, os participantes deslizam uma espécie de pedra redonda numa folha de gelo para uma área alvo. A principal área-alvo é segmentada em quatro círculos concêntricos. A boa estratégia e o trabalho em equipa são as maiores exigências neste desporto. Assim, não é de estranhar que o curling tenha sido apelidado de «xadrez no gelo».

9. Combinado nórdico

O combinado nórdico é um tipo de desporto de inverno, onde os participantes competem no esqui cross-country e em saltos de esqui. O primeiro grande evento de combinado nórdico foi realizado em Oslo em 1892.

O rei Olav V da Noruega participou nesta modalidade no Ski Festival Holmenkollen na década de 1920. Este evento foi introduzido pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de inverno em 1924.

O combinado nórdico foi dominado pelos noruegueses e finlandeses, mas esta supremacia foi quebrada pela primeira vez pelo alemão Georg Thoma, quando ganhou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de inverno de 1960.

10. Skeleton

O skeleton é considerado um dos desportos de inverno mais rápidos, onde os participantes montam e deslizam num pequeno trenó enquanto deitados de barriga para baixo numa pista congelada.

Os trenós podem atingir velocidades superiores a 130 quilómetros por hora. O skeleton (esqueleto) deve o seu nome à aparência óssea do trenó usado neste desporto.

Este desporto de inverno foi introduzido pela primeira vez no programa olímpico para os Jogos Olímpicos de inverno de 2002.  

Источник: https://desportolandia.com/artigos/10-desportos-inverno-extraordinarios

Desportos de inverno: diversao na neve

Desportos de inverno: diversao na neve

Índice

Independentemente de você praticar ou não praticar desportos de neve, iniciar as crianças no esqui ou no snowboard durante as férias pode ser uma ótima oportunidade para aproveitar o tempo livre também no inverno. Quer saber um pouco mais sobre esses desportos? Continue lendo!

Quais desportos de inverno podem ser praticados?

Embora existam muitos esportes para praticar na neve, sem dúvida o mais popular e solicitado pelas crianças é o esqui alpino, seguido pelo snowboard, que tem mais seguidores todos os dias, especialmente entre os mais jovens.

Em geral, as crianças não têm medo de aprender a esquiar; no entanto, se você esquia regularmente ou pela primeira vez, precisa delegar as lições de esqui ou snowboard de seu filho a instrutores especialistas e nunca forçá-los a aprender se não está suficientemente preparado.

Quando começar a praticar desportos de inverno?

A verdade é que não há acordo sobre a idade apropriada para aprender. Embora as escolas geralmente admitam crianças a partir dos 4 anos, idade em que elas têm mais controle sobre os movimentos de seu corpo e equilíbrio.

Embora os anos anteriores também possam abordar as estações para se familiarizar com o meio ambiente através de jogos na neve.

A maioria possui, para os mais pequenos, jardins de neve e viveiros onde, a partir de 3 meses e a cargo de monitores qualificados, eles podem ter seu primeiro contato com a neve.

A partir dos 4 anos, aprendem a apreciar a montanha, aprendem a se acostumar com ela e como se comportam na neve de maneira divertida, controlando o equilíbrio em alguns esquis ou snowboard.

O que é que eles aprendem?

Se todas as precauções necessárias forem tomadas, o esqui é um esporte benéfico para as crianças, o que lhes permite respirar ar fresco e desfrutar de dias muito agradáveis ​​com a família ou amigos.

Da mesma forma, eles não apenas aprendem a esquiar ou fazer snowboard, mas também incentivam o contato com a natureza, e que melhor maneira do que ter dias divertidos com novos amigos, diferentes dos da escola.

Recomendações na neve

Como em outros esportes que exigem adaptação a um ambiente particular, as crianças devem tomar as precauções necessárias para tomar consciência do perigo que a montanha acarreta e saber como se comportar adequadamente.

Equipamento

É essencial que a criança esteja adequadamente equipada em atividades que exijam contato com a neve, a fim de evitar riscos.

O equipamento deve ser o mesmo de um adulto e ter um capacete, que além de obrigatório em quase todos os resorts de esqui até 12 anos, reduz em 60% os ferimentos na cabeça. Também não se esqueça de se proteger com protetor solar, mesmo em dias nublados, os raios do sol são refletidos na neve e podem causar queimaduras graves.

Roupa

As crianças são especialmente sensíveis a baixas temperaturas e radiação solar, por isso é equipamento essencial que protege bem a partir cale frio e não.

«Recomenda-se que as crianças estão vestidos em camadas que podem ser removidos em caso de calor, mas não excessivas e que transpire bem», ressalta Raquel Cebrian, «porque as crianças vão fazer desporto não rebozarse pela neve; também óculos de sol e tempestade de neve, de boa qualidade em ambos os casos, um par de luvas e outras partes, uma tampa que cobrir bem a cabeça e as orelhas – a cabeça é por onde mais calor se perde do corpo – e uma calcinha para o pescoço – nunca um lenço porque poderia ser apanhado e perigoso».

O principal problema de equipar crianças muito novas é que elas estão em constante crescimento. Não devemos ser tentados a comprar uma equipe maior, para servir por outros anos. Para o esqui é essencial que o equipamento se encaixa ao seu tamanho, para garantir o seu conforto e evitar riscos ou ferimentos. O ideal nessas idades é alugar o material nas próprias estações de neve.

Botas

As botas devem caber-lhe como se fossem sneakers, com espaço suficiente para que você pode mover os dedos dos pés. Às vezes as crianças não conseguem se adaptar à rigidez das botas de esqui. Se por isso não é uma má idéia para tentar snowboard: ideal para menores, uma vez que não requer inicialização rígida.

Esquis e pranchas

Os esquis e pranchas de snowboard das crianças são geralmente mais curtos, em proporção aos dos adultos. Os novos modelos de esquis também são mais fáceis de lidar do que os tradicionais.

Comida

Para resistir a um dia na neve é ​​essencial estar descansado e fazer um pequeño almoço abundante. Raquel recomenda não esquecer de levar uma garrafa de água para evitar a desidratação, um pedaço de fruta e uma barra de chocolate que fornece glicose para repor a energia.

Lesões

O maior medo dos pais quando seus filhos têm seu primeiro contato com a neve é ​​a possibilidade de ferimentos.

Geralmente, os acidentes em que as crianças estão envolvidas são mínimos, no entanto, o pré-aquecimento é essencial antes de ser lançado na montanha.

Cinco minutos de alongamento são suficientes para aquecer o corpo e evitar lesões desnecessárias. Igualmente, a melhor recomendação é nunca deixar uma criança sozinha.

Além disso…

-Certifique-se de que a criança tenha escrito seu nome e um número de telefone no bolso.

-Não se esqueça de determinar um local de encontro para ir em caso de perda.

-As crianças são incapazes de julgar seu nível de fadiga e, se estiverem se divertindo, não dirão que querem sair até 30 segundos antes de caírem. Portanto, é aconselhável não deixar a decisão de quando parar e escolher faixas curtas e simples.

Também não é uma má ideia ensiná-lo a reconhecer os sinais de que deve parar de esquiar: se as roupas ao lado da pele estiverem molhadas, se sentir os primeiros arrepios, se as botas ou amarras não estiverem ajustadas ou ao menor sinal de fadiga.

– Devemos inculcar o respeito às normas da montanha e às indicações do pessoal e dos monitores. É básico para sua segurança!

As origens dos desportos de inverno

Esqui

As primeiras referências históricas datam de 2500 AC. Na Noruega, foi descoberta uma gravura de pedra mostrando a figura de um caçador em esquis, que remonta a essa época.

Snowboard

Esta modalidade mais moderna foi desenvolvida nos EUA durante a década de 1960. Não demorou muito para que os surfistas do mar adoptassem o snowboarding e, em 1980, este espalhou-se pelo resto do mundo.

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica.

Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso.

Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

Источник: https://www.todopapas.com.pt/criancas/desenvolvimento-infantil/deportes-de-invierno-diversion-en-la-nieve-1887

Embarazo y niños
Deja una respuesta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: