Estou a amamentar e estou constipada, o que posso tomar?

Quais os medicamentos que pode tomar durante a amamentação

Estou a amamentar e estou constipada, o que posso tomar?

Durante a amamentação, a maioria dos medicamentos podem ser considerados seguros, pois apenas passam para o leite em quantidades insignificantes e a mamã pode continuar a dar peito, com o controlo médico, evidentemente. No entanto, nalguns casos os medicamentos na amamentação são completamente contraindicados.

Medicamentos contraindicados durante a amamentação

Os medicamentos que não se podem tomar durante a amamentação são os fármacos baseados em substâncias cuja potencial perigosidade para o bebé tenha sido demonstrada por estudos científicos, ou então com uma suspeita razoável. Estes medicamentos são muito poucos, mas impõem a suspensão da amamentação. Os principais são os seguintes.

  • Os antitumorais. Os fármacos que contém radioisótopos, ou seja, substâncias que levam à libertação de radiação no organismo, tornam impossível a amamentação.
  • Os psicotrópicos (para psicoses agudas). Os princípios ativos destes medicamentos são o chumbo e o lítio que, no caso de passarem para o leite, podem interferir no sistema nervoso do bebé ou alterar o seu comportamento.
  • Os contracetivos à base de estrogénios. Ainda que em pouca quantidade, poderiam passar para o leite materno interferindo no crescimento do bebé e provocando-lhe leves efeitos de “feminização”. Podem tomar-se contracetivos  à base de progestínicos.
  • Os antidepressivos e antiepiléticos em doses elevadas. Não existe uma contraindicação absoluta, mas, se tomados em quantidades muito elevadas, pode ser necessário suspender a amamentação. Poderiam interferir nos ritmos fisiológicos do bebé (sonolência, letargia, etc.).

Cuidado com estes medicamentos durante a amamentação

Os efeitos de algumas substâncias não são totalmente conhecidos. Como tal, não se podem catalogar nem como perigosas nem como seguras a cem por cento.

O médico deverá administrar estes fármacos à mamã que amamenta com precaução.

São um exemplo desta categoria os fármacos psicoativos, que atuam sobre o sistema nervoso (como os antiepiléticos, os antidepressivos e os tranquilizantes).

Medicamentos seguros durante a amamentação

São os fármacos compostos de substâncias que não passam para o leite ou que não são absorvidas pelo intestino do lactente, ou ainda os que não têm efeitos prejudiciais para o organismo do bebé. É o caso, por exemplo, da heparina (um antitrombótico). Também são seguros grande parte dos antibióticos.

Medicamentos para transtornos temporais

No caso da mamã sofrer de um transtorno passageiro, e sempre consultando o pediatra, pode tomar alguns medicamentos. Oferecemos-lhe algumas indicações gerais.

  • Constipação e gripe. Pode tomar-se paracetamol sem qualquer problema, ou ácido acetilsalicílico em baixas doses e durante um breve período de tempo.

(Também lhe interessa: Glossário de doenças na gravidez)

  • Infeções bacterianas. Os antibióticos de uso comum (por exemplo os aminoglicosídeos, a penicilina e as cefalosporinas) podem usar-se com segurança, sempre sob prescrição médica.
  • Substâncias a evitar. As tetraciclinas, o cloranfenicol, as sulfonamidas, as quinolonas de nova geração, o anti-histamínico clemastina, os sais de ouro (para a artrite reumatoide), os corticoides e a ergotamina (contra as enxaquecas).

Medicamentos para doenças crónicas

Em linhas gerais, estes são os critérios básicos que deve considerar, no caso das patologias mais comuns.

  • Anemia. Embora sejam inócuos para a criança, os suplementos de ferro poderiam provocar-lhe desarranjos intestinais.
  • Diabetes. A insulina pode ser administrada com total segurança à mulher que amamenta. Embora passe para o leite materno, esta substância destrói-se no intestino do bebé.
  • Epilepsia. Grande parte dos fármacos antiepiléticos podem ser consumidos tranquilamente durante a amamentação dado que não acarretam efeitos secundários perigosos para o bebé.

E em caso de anestesia, radiografias e próteses mamárias?

  • Anestesia. Se é imprescindível submeter-se a um tratamento odontológico que implique a administração de anestesia local, não terá de suspender as tomas dado que as substâncias que compõem a anestesia não passam para o leite. No caso de uma intervenção cirúrgica que implique uma anestesia geral, ao despertar, pode dar mama ao bebé com total segurança e não há necessidade de extrair o primeiro leite, como se fazia há alguns anos.
  • Radiografias. Não são absolutamente perigosas, dado que não provocam radioatividade no leite materno nem podem alterar a sua qualidade, mesmo que os raios X se dirijam para perto do peito.
  • Cintilografias. As substâncias radioativas injetadas podem passar para o leite, embora apenas de forma temporal. Sendo assim, é necessário suspender a amamentação durante um período de tempo que o médico deverá estabelecer em função de cada caso.
  • Próteses mamárias. Se se tratar de uma prótese “de enchimento”, com fins estéticos, o tecido glandular não se vê afetado, pelo que poderá dar mama sem problemas. Não obstante, se a intervenção alterou a estrutura glandular da mama (em geral depois de uma mastectomia parcial ou total), não se pode amamentar.

Источник: https://www.omeubebe.com/bebes/lactancia-alimentacao-bebe/quais-os-medicamentos-que-pode-tomar-durante-a-amamentacao

Posso tomar laxantes se estou a amamentar?

Estou a amamentar e estou constipada, o que posso tomar?

A obstipação é a dificuldade para defecar ou ter menos de três movimentos intestinais por semana. Este desconforto pós-parto é comum e causado por vários factores fisiológicos e psicológicos que impedem o funcionamento normal do trânsito intestinal.

Cerca de 50% das mulheres grávidas sofrem de obstipação em algum momento da sua gravidez. Esta propensão faz com que seja provável que em alguma altura do período pós-parto haja também dificuldades na passagem de fezes a um ritmo normal.

Causas da obstipação

A falta de fibras na dieta, o consumo insuficiente de líquidos, e o consumo de medicamentos que podem causar obstipação são algumas das causas. Além disso, não é raro que algumas mulheres tenham medo de ir à casa de banho imediatamente após o parto porque o períneo pode estar sensível, ter hemorróidas, ou temer dores porque os pontos podem romper-se.

Se a obstipação for uma parte de si após o período pós-parto, deve saber que não é verdade que não deve tomar drogas durante a amamentação, só tem de saber quais.

O ginecologista e o pediatra conhecem geralmente as alternativas. Portanto, antes de tomar qualquer medicação, deve consultar o seu médico.

No entanto, é importante que as mães lactantes tentem aliviar a obstipação naturalmente através de dieta e exercício.

Dicas para alivar a obstipação

Aqui estão algumas dicas para evitar e, se necessário, aliviar a obstipação:

  • Actividade física: não quer dizer ir correr ou ao ginásio, apenas começar a sua vida normal pouco a pouco, ou seja, levantar-se e andar pela sua casa, mexer as pernas, andar com o seu bebé…
  • Exercícios de Kegel: irão ajudar a tonificar o seu períneo e pode fazer mesmo na sua cama.
  • Dieta variada e rica em fibras.
  • Hidratação: beber muitos fluidos é essencial. Para além de ajudar na obstipação, também ajudará a substituir os líquidos que perdeu durante o parto.

Se tiver feito uma cesariana, pode ser que o seu regresso a uma dieta normal seja un bocadinho mais atrasado. É impossível regular o sistema sem esforço, mas o esforço não pode ser indefinido, por isso, quando as medidas anteriores não tiverem funcionado, é altura de consultar ao seu médico.

O mais importante é manter a calma, se estiver demasiado nervosa o primeiro movimento intestinal pode ser ainda mais atrasado. Pense na obstipação pós-parto como algo totalmente normal e que acabará por desaparecer.

É comum ficar com prisão de ventre nas primeiras semanas. Os primeiros movimentos intestinais serão dolorosos mas à medida que a sua função intestinal recupera o desconforto e a obstipação pós-parto ficará no passado.

O que é que posso tomar si o natural não ajuda?

Existem numerosos laxantes de venda livre disponíveis para ajudar a aliviar a obstipação. Os laxantes de venda livre ou amaciadores de fezes são os laxantes mais seguros a tomar durante a amamentação. Laxantes de venda nas farmácias ou lojas de produtos naturais, tais como Metamucil, Citrucel, e Fiberall, absorvem água no intestino e amolecem as fezes.

Os laxantes suavizantes de fezes humedecem as fezes e previnem a desidratação. Amaciadores de fezes como o Colace ou Surfak são frequentemente recomendados após o parto ou cirurgia.

Os laxantes osmóticos, tais como Cefulac, Sorbitol, e Micralax, permitem que os fluidos se movam de forma especial através do cólon, permitindo que o intestino se distenda. Laxantes estimulantes, tais como Correctol, Purge, e Senokot, provocam contracções musculares rítmicas nos intestinos.

Evite tomar laxantes estimulantes durante a amamentação, uma vez que, em grandes doses , podem passar para o leite materno e causar diarreia no seu bebé, relata The Royal Woman's Hospital.

A obstipação pós-parto é uma situação normal e acaba sempre por desaparecer, mais cedo ou mais tarde. Também não devemos preocupar-nos se, uma vez realizados os primeiros movimentos intestinais, voltarmos a sofrer obstipação noutra altura durante as primeiras semanas após o parto, é totalmente normal.

Finalmente, note que os primeiros movimentos intestinais serão dolorosos, embora pouco a pouco, à medida que as fezes amolecem e recuperamos a função intestinal regular, o desconforto desaparecerá e a obstipação pós-parto passará.

A obstipação é uma condição que pode ser tratada de diferentes maneiras, o seu médico pode aconselhá-la sobre qual é a melhor ou mais apropriada para o seu caso.

Como sei se um medicamento é perigoso durante a amamentação?

Aparece no sangue da mãe: isto acontece se tiver de ser absorvido. Muitos laxantes não são absorvidos.

Passa do sangue para o leite: quase todos os medicamentos passam para o sangue em menor ou maior grau, mas há excepções.

Provoca um efeito nocivo sobre o bebé: a maioria dos medicamentos tem uma taxa de fluxo para a leite insignificante e não causam qualquer efeito sobre o feto. Embora mais medicação possa ser transmitida, normalmente também não seria prejudicial.

Então, posso amamentar se estou a tomar medicamentos?

Embora, como já dissemos, a maioria dos medicamentos são seguros de tomar durante a amamentação, não se deve auto-medicar.

No caso de precisar de tomar medicação, o seu médico prescrever-lhe-á a melhor medicação e, se necessário, recomendar-lhe-á que pare de amamentar durante a duração do tratamento.

Se sabe que precisará de medicação com antecedência, pode utilizar um sugador de leite materno antes de tomar as drogas para que possa ter um fornecimento de leite enquanto estiver com o tratamento.

No caso raro de a medicação exigir que deixe de amamentar o seu bebé permanentemente, pergunte ao seu médico sobre o melhor método de desmame e obtenha ajuda na escolha da leite de fórmula para o seu bebé.

Se estiver a tomar algum medicamento e estiver a amamentar o seu bebé, deve estar ciente de quaisquer reacções que ele ou ela possam ter. Se o seu bebé teve uma reacção a qualquer medicação (uma mudança nos hábitos de sono, irritabilidade, uma erupção cutânea…), deve consultar o seu médico.

Prisão de ventre

Definição:

Dificuldade para eliminar as fezes.

Sintomas:

Dor e dificuldades para eliminar as fezes.

Tratamento:

Consumir muita fibra em forma de frutas, verduras e outros alimentos ricos nela. Praticar exercicio regular.

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica.

Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso.

Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

Источник: https://www.todopapas.com.pt/bebe/leite/posso-tomar-laxantes-se-estou-a-amamentar-11841

Embarazo y niños
Deja una respuesta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: