Nomes do menino de origem Hebraico com 10 letras

Nomes de bebê 2021

Nomes do menino   de origem Hebraico com 10 letras

Você mamãe que iniciou a gestação a partir de março de 2020, seu bebê virá ao mundo em 2021 e já é hora de começar a pensar no nome do bebê.

Segundo a Obstetra Mariana  (CRM-MG 51700), os pais que começam a chamar o bebê pelo nome desde o ventre da mãe, acaba auxiliando para uma ligação mais forte entre a mamãe/papai e o bebê, você pode conversar com ele já chamando-o pelo nome.

Realmente pode parecer uma tarefa difícil e realmente não é fácil, mas não se preocupe, em meio a tantos nomes o escolhido chegará até você de modo leve, provavelmente através do significado do nome. Hoje em dia o que mais influencia na escolha do nome perfeito é o seu significado, todos nós queremos um nome forte e que seu significado seja repleto de coisas boas.

Por isso assim como em 2019 e 2020, a Lá Vem Bebê listou para vocês 55 lindas inspirações de nomes de bebê – com significados, que serão tendência em 2021. Confira!

Nomes de bebê 2021: meninas

Alice: origem francesa, significa “de qualidade nobre”, “de linhagem nobre”.

Agatha: surgiu a partir dos nomes gregos Agathe e Agathós, significa “boa, perfeita, respeitável, virtuosa”

Belinda: Significa “serpente incitada”, “serpente provocada” ou “bela e linda”.

Chloe: é a versão inglesa e em latim de Cloé que significa “erva esverdeada”, “broto verde”, “folhagem nova, viçosa”.

Emma: Tem origem no germânico e significa “todo”, “universal”.

Eva: de origem hebraica, seu significado é a que vive”, “a vivente”.

Filipa: origem grega, significa “a amiga dos cavalos” e é a variante feminina do nome Filipe ou Felipe.

Greta: forma encurtada do nome Margarida, que surgiu no latim através do grego margarítes, que significa  “pérola”.

Hanna: Significa “graciosa” ou “cheia de graça”; “Deus é cheio de graça”, “agraciada por Deus”; “a graça e misericórdia de Deus”, “Deus perdoa”.

Íris: origem grega, significa “mensageira”, “a que leva mensagens pela palavra” ou “arco-íris”.

Isis: Deusa suprema. Mulher muito inteligente e de bom caráter, que consegue se comunicar com facilidade.

Jade: tem origem a partir do latim ilia, que quer dizer “pedra do flanco”, “pedra do lado” ou “pedra preciosa”.

Lana: Significa “minha criança”, “pedra”, “harmonia”, “bela”, “a reluzente”, “a que flutua”, “luz” ou “mundo”.

Lara: Senhora das águas, é a beleza tentadora das águas.

Leonor: origem a partir do francês antigo, significa “a luminosa”, “luz” ou “tocha”.

Léia: nome tem origem a partir do hebraico Leah, que significa “vaca selvagem”.

Luna: tem origem a partir do latim, significa “Lua”, “a iluminada”, “a feminina”.

Louise: tem origem no germânico, significa “combatente gloriosa”, “guerreira famosa” ou “famosa na guerra”.

Maitê: Significa “amável”, “amada”, “senhora do verão” ou “soberana que colhe o que cultiva”.

Mia: diminutivo escandinavo do nome Maria, significa “senhora soberana”, “vidente”, “a pura” ou “estrela do mar”.

Nora: tem origem norueguesa, significa “a reluzente”, “a resplandecente”

Raquel: origem hebraica, significa “ovelha”, “mulher mansa” ou “a pacífica”.

Ravena: Significa “corvo”, “inteligente”, “sábia”.

Sarah: origem hebraica, significa “filha do rei”, “princesa”, “dama” ou “donzela”.

Sophia: nome de origem grega, significa “sabedoria” e “sabedoria divina”.

Valentina: variante feminina de Valentim, Valentino, o qual tem origem no latim, significa “valente”, “forte”, “vigorosa”, “cheia de saúde”.

Nomes de bebê 2021: meninos

Anthony: nome largamente utilizado no idioma inglês, significa “valioso”, “de valor inestimável”, “digno de apreço”.

Ângelo: origem no grego, significa “mensageiro”, “anjo”.

Ben: abreviação de Benjamin e Benedito. Surgindo a partir do hebraico ben, que significa literalmente “filho”.

Benjamin: Do hebraico, filho da mão direita, filho da felicidade.

Bento: variante do nome Benedito, significa “abençoado”, “bendito”, “louvado”, “aquele sobre quem se fala bem”.

Brayan: origem gaélica, significa “monte”, “colina”, “homem alto”, “homem nobre”, “homem forte”, “homem virtuoso”.

Dominick: variação do nome Dominic. Significa “do Senhor”, “o que pertence ao Senhor”.

Enzo: Significa “senhor do lar”, “príncipe do lar”, “governante da casa”, “gigante”, “o que vence”, “vencedor”

Gael: Significa “belo e generoso”; “de origem irlandesa”; “o que protege” ou “o protegido”.

Hector: variante francesa e inglesa de Heitor que significa “o que guarda”, “o que retém”, “o que possui”.

Henri: nome inglês de origem germânica, significa “o governante da casa”, “o que manda em casa”, “príncipe do lar”.

Hugo: tem origem no germânico, que significa “coração”, “espírito”, “mente”.

Ícaro: nome derivado do grego Ikaros, que significa “o seguidor”.

Joaquim: origem hebraica, significa “Jeová estabeleceu” ou “Deus estabeleceu”.

Johnny: Significa “Deus é cheio de graça”, “agraciado por Deus” ou “a graça e misericórdia de Deus” e “Deus perdoa”.

Levi: origem hebraica, significa “ligado”, “unido” ou “vinculado a alguma coisa ou alguém”.

Logan: nome a partir do gaélico escocês, quer dizer “pequeno espaço oco, pouco espaço vazio”.

Lucca: variante italiana do nome Lucas, significa “habitante da Lucânia” ou “aquele que pertence a luz”, “o luminoso”.

Matteo: variante italiana de Mateus, nome cuja origem é hebraica, significa “dom de Deus”, “presente de Deus”, “dádiva de Deus”

Noah: nome inglês e bíblico, com significado de “descanso, “repouso”, “de longa vida”.

Oliver: nome origem no francês antigo Olivier, da palavra latina oliva, que significa “oliveira”, referente à árvore que produz azeitonas.

Pietro: versão italiana do nome Pedro, significa: “pedra”, “rochedo” ou “firme”.

Ravi: origem no nome sânscrito Ravi, significa “o Sol”.

Ryan: surgiu a partir do irlandês e significa “pequeno rei”.

Téo: origem no nome grego théos, que significa “deus”.

Theodoro: nome de origem grega, que significa “presente de Deus”, “dádiva divina”.

Valentin: versão francesa e alemã do nome Valentino, o qual tem origem no latim, que significa “valente”, “forte”, “vigoroso”, “cheio de saúde”.

Yan: Significa “Deus é cheio de graça”, “agraciado por Deus” ou “a graça e misericórdia de Deus” e “Deus perdoa”.

Zion: nome bíblico que significa “terra prometida”.

Gostou das sugestões de nomes de bebê 2021? Clique aqui e veja alguns cuidados valiosos para não errar nessa escolha e se ainda não sabe o sexo do bebê, não deixe de fazer um chá de revelação para tornar a notícia ainda mais especial. Confira nossas dicas para organizar o evento!

Источник: https://www.lavembebe.com.br/blog/nomes-de-bebe-2021/

15 Nomes hebraicos femininos e seus significados para batizar sua filha –

Nomes do menino   de origem Hebraico com 10 letras

Escolher o nome de um bebê é sempre um grande desafio, tanto que as civilizações mais antigas acreditam que o nome poderia dizer muito sobre a personalidade da criança e também influenciar em seu status no futuro.

Os nomes hebraicos femininos são bastante conhecidos em diversos cantos do mundo. Geralmente são fortes, bonitos e com uma simbologia muito positiva. Conheça os mais populares!

1 – Isabelli = איזאבלי

“Menina pura”, “casta”, o nome vem do Hebraico “Izebel”.

Para alguns estudiosos, o nome Isabelli sugere “Isabel”, um formato medieval de ” Elisabete”, que no Hebraico Elishebba quer dizer ” Consagrada a Deus”.

No Brasil, Isabelli tem as variantes Isabela e Isabele.

2 – Rafaela = רפאלה

» Curada por Deus», » Deus a curou», de origem Hebraica, mas muito popular no Brasil.

Seu significado é bastante forte e abençoado, o nome tem suas variantes: Raphaela, Rafaella, Raffaela.

3 – Jaqueline = ג’קלין=

“A que supera”, “aquela que vence”, “que vem do calcanhar”.

Esse é um nome de origem hebraica emprestado do Francês, é a variação do masculino Jacques, traduzindo para o português Jacó.

Suas variantes são: Jacqueline, Jakeline.

15 Nomes bíblicos femininos e seus significados para batizar sua filha

4 – Maria = מריה

“A pura”, “soberana”. Os estudiosos apontam que Maria veio do hebraico ” Myriam”.

Existem muitas especulações ao redor do nome, pois ele se tornou mais conhecido depois que Jesus Cristo nasceu e se tornou uma Santa para os católicos, se tornando o nome mais popular de Países Cristãos, sobretudo no Brasil.

Suas variações são: Mariah, Marie, Mary.

5 – Raquel = ראקל

“Mulher pacífica”, pois vem do hebraico Rahel, cujo o seu significado literal é “ovelha”.

Raquel é um nome presente no antigo testamento, ela foi a esposa preferida de Jacó, mãe de Benjamim. Antigamente, nos tempos da idade média, esse era o nome mais usado pelos Judeus.

Suas variantes pelo mundo são: Rachel e Rachael.

6 – Manuela = מנואלה

“Deus é conosco”, o nome de origem hebraica nasceu do masculino Immanuel.

Os Hebreus chamavam o Messias de Emanuel, portanto, nome foi se espalhando entre os Gregos e também no Império Bizantino.

Suas variantes são: Emanuela, Manueli.

7 – Sara = שרה

“Princesa”, vem do hebraico “Sarah”.

Na bíblia, o nome é muito citado, uma das personagens mais importantes foi a esposa de Abraão, mãe de Isaque que engravidou aos 99 anos devido a uma graça divina.

A princípio, o nome dela era Sarai, mas Deus ordenou em Gênesis 17,15 que à partir daquele momento, seu nome seria Sara.

8 – Maria Heloísa = מריה הלואה

“Mulher soberana saudável” ou “mulher larga saudável”, esse nome composto é de origem hebraica e alemã, Maria veio da palavra Myriam e Heloísa vem da palavra germânica Helewidis (heil – saudável e wid – larga).

As origens de ambos os nomes são diferentes, porém no Brasil, é bastante popular.

9 – Mariana = מריאנה

“Mulher pura e graciosa”.  Na verdade, esse nome possui 3 origens:

Hebraica e sânscrita (Maria), Hebraico (Ana) e Inglesa (Marianne).

A junção dos nomes renderam uma forma bonita e muito usado em diversas partes do mundo.

10 – Gabriela = גבריאלה

“Mulher de Deus”, “Fortaleza de Deus”. Gabriela é a versão feminina do nome Hebraico Gabriel.

Gabriel foi um nome muito usado durante a idade média, mas foi por volta do século XII que a forma feminina começou a ser difundida na Inglaterra.

11 – Eloah = אלוהים

“Deus” é o significado literal dessa palavra de origem hebraica, de acordo com os estudiosos, está diretamente ligado com o aramaico Eláh e o siríaco Allahá.

É um nome bonito e muito usado no Brasil e em Portugal.

15 Nomes italianos femininos e seus significados para batizar sua filha

12 – Lilian = ליליאן

“Deus em abundância”, “Deus é juramento”.

Esse nome era muito usado de forma afetiva e carinhosa para quem se chamava Elisabete, como a verdadeira origem do nome Elisabete é hebraico, então o significado se manteve o mesmo.

13 – Eva = חוה

“Cheia de vida”, a “vivente”.

Origem hebraica da palavra Hawwá e Havah, quer dizer que “ela viveu”.

O nome é famoso mundialmente, pois Eva foi a primeira mulher da humanidade criada por Deus à partir da costela de Adão.

14 – Betina = ביתנה

“Promessa de Deus”, “Consagrada a Deus”.

Betina é uma variação de Beth, que por sua vez vem de Elisabete que no hebraico significa “Deus é juramento”.

No Brasil e na Inglaterra, esse é um nome bastante usado.

15 – Edna = עדנה

“Encanto”, “Alegria”, “Jovial”.

Menção hebraica que vem do Edná que significa “deleite, encanto e alegria”.

Algumas variações comuns são: Édina e Ednalva.

Conheça um pouco mais sobre as letras e números hebraicos.

Источник: https://www.significadodossonhos.inf.br/15-nomes-hebraicos-femininos-significados/

14 nomes autênticos e lindos que fazem sucesso na Espanha

Nomes do menino   de origem Hebraico com 10 letras

Depois dos portugueses e italianos, os descendentes de espanhóis são o grupo mais numeroso em nosso país. Eles representam toda uma cultura riquíssima, marcada por amplas manifestações artísticas, culinária diversificada e forte tradição nos esportes – alô, mães e pais fanáticos por futebol!

Por isso, se a família ainda não definiu como o novo integrante irá se chamar e pretende homenagear as raízes espanholas – ou apenas escolher uma opção autêntica e elegante para o pequeno – uma boa ideia é apostar nos nomes que fazem sucesso na Espanha! São várias possibilidades para meninos e meninas, e com certeza alguma delas vai ganhar o seu ❤.

1. Juan

No último ano, Juan foi o sexto nome masculino mais registrado na Espanha! De pronúncia charmosa (lê-se “Ruan”), o curtinho é a forma castelhana de João, do hebraico que significa “Deus é gracioso”. Entre as personalidades mais famosas com este nome está Juan Carlos I, rei espanhol que ficou no trono até 2014.

2. Isabel

Na mesma posição do ranking, só que das meninas, está Isabel. Também de origem hebraica, o nome quer dizer “prometida a Deus” e pode ser escrito com “z” ou então em sua forma abreviada “Isa” – que, por sinal, está super na moda entre os pais! E olha que digno de realeza: o termo se popularizou na Europa por rainhas da Espanha, Portugal e França se chamarem assim.

3. Vicente

Para os pais, o pequeno é sempre um vencedor, né? E é justamente este o significado de Vicente! O nome deriva do latim “Vincentius” e é nada mais que “o que vence” ou “conquistador”.

Ele também possui grande importância religiosa por conta de São Vicente de Saragoça, um dos primeiros mártires cristãos e que recebeu uma data especial em sua homenagem, sendo comemorada todo os anos no dia 22 de janeiro. 

4. Lorena

Inicialmente, Lorena era um sobrenome usado para designar uma região geográfica – mais especificamente, as pessoas do reino de Lotário. Se formos consultar o significado do termo, também podemos encontrar algo como “reino da famosa guerreira”, refletindo atributos de honra e orgulho para a pessoa que o carrega.

5. Alejandro

A versão espanhola de Alexandre traz o mesmo significado heroico e poderoso: “o defensor da humanidade”. Lindo, né? Esta tradução pode ser associada às conquistas de Alexandre, o Magno, um nobre da Macedônia responsável por comandar um dos maiores impérios da Antiguidade.

6. Sara

Curtinho só na escrita, viu? O nome de quatro letras tem toda uma história grandiosa e quer dizer “princesa”.

Sara foi uma personagem bastante emblemática nas histórias bíblicas, citada no Antigo Testamento como esposa de Abraão e mãe de Isaac.

Apesar de no início ter sido uma nomenclatura utilizada apenas por judeus, isto mudou no século XVI e hoje já se popularizou em vários continentes.

Continua após a publicidade

7. Miguel

“Aquele que se parece com Deus”. Tem significado mais simbólico que este? Miguel, além de bastante comum entre os espanhóis, foi também o nome mais escolhido pelos brasileiros para meninos em 2019.

Ou seja, pode apostar nele que a escolha é certeira! Para os pais que gostam de termos religiosos, fica aqui mais um motivo: Miguel é um arcanjo citado cinco vezes na Bíblia e tido como representação de humildade.

8. Eva

Nomes de várias origens remetem à “vida”, como Zoe, que vem do latim, e Eva, do hebraico. Este último significa mais especificamente “a que dá vida” ou “a que vive” e é como se chamava a primeira mulher existente para os católicos, nascida da costela de Adão e mãe de todos os homens. Com a fama dos curtinhos, o nome virou um dos prediletos entre os adultos!

9. Pablo

A variante espanhola de Paulo quer dizer “pequeno” ou “humilde”. Originalmente, era o nome de um clã na Antiga Roma, mas acabou se difundindo principalmente na Espanha e América Latina. Ah, e ele carrega toda uma veia artística consigo, já que é o nome de personalidades como o pintor Pablo Picasso e o escritor Pablo Neruda.

10. Martina

Forma feminina de Martin, ela significa “deusa da guerra”. Embora seja derivada do latim, ela possui variantes espalhadas por vários países da Europa e é notoriamente popular na Itália. E olha só que curioso: de 1970 até 2000, a utilização do nome no Brasil teve aumento de 300% segundo dados do IBGE.

11. Joaquin

Aqui costumamos a escrever Joaquim terminando em “m”, mas na Espanha a grafia é um pouquinho diferente. De todo o jeito, o nome tem origem hebraica e pode ser traduzido como “Deus construirá” ou “Deus estabeleceu”.

No Brasil, uma pessoa de grande destaque no universo acadêmico que foi chamada assim é Joaquim Nabuco, diplomata, político e jornalista imortalizado na história como um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras.

12. Antonia

Sim, os nomes usados tradicionalmente para meninos (como Antônio, Francisco, Eduardo) ficam lindíssimos em sua versão feminina e estão super em alta! Antonia é um deles – e, de brinde, ainda traz um significado cheio de força. Proveniente do grego, ele quer dizer “aquela que floresce e tem valor inestimável”. Adoramos!

13. Mateo

Um dos mais charmosos da lista, Mateo é uma variação de Mateus e sua origem hebraica permite três interpretações: pode significar tanto “dom”, quanto “presente” ou “dádiva de Deus”. Ambos muito emblemáticos, né? Na Bíblia, é o nome do autor de quatro evangelhos do Novo Testamento.

14. Alicia

Alicia vem de Alice, que possui origem germânica. O nome se consagrou universalmente pela personagem queridinha de “Alice no País das Maravilhas”, obra do inglês Lewis Carroll, e ganhou ainda mais força quando foi transformada em filme pela Walt Disney. Além disso, Alicia é associada a uma série de qualidades positivas, como “verdadeira” e “sincera”. 

(E se você não curtiu nenhuma destas sugestões, confira nossa ferramenta de nomes de bebês. O do seu filho vai estar lá! )

Continua após a publicidade

  • nomes de bebê
  • Nomes de Bebês

Источник: https://bebe.abril.com.br/familia/14-nomes-autenticos-e-lindos-que-fazem-sucesso-na-espanha/

Todos os nomes

Nomes do menino   de origem Hebraico com 10 letras

16/12/2013 | Cultura e Esporte; Opinião; Sociedade

Em Novembro de 2013, em comemoração ao dia internacional das crianças, a Agência Central de Estatística de Israel publicou dados do ano de 2012 sobre as crianças deste país. Daí aprendemos que dos 171 mil bebês nascidos, 73% são judeus, enquanto 21% são árabes.

Oito por cento das crianças judias vivem em famílias uniparentais (apenas pai ou mãe, mas não ambos), e 1365 jovens entre 12 e 17 anos já fazem algum curso de graduação em uma das universidades israelenses. Para mim, o mais interessante mesmo é a parte que traz o ranking dos nomes mais dados às crianças nascidas no último ano.

Todo Novembro eu adoro ler as listas de nomes, procurar padrões e fazer as minhas reflexões. Compartilho com vocês agora um pouco dos dados e o que passou pela minha cabeça.

Adel

O nome que cresce mais rapidamente em Israel é Adel. Na verdade, em hebraico o nome é אדל, que pode ser transliterado também como Adele, mas fico com a versão fonética Adel mesmo.

Em 2012 foram registradas 851 meninas chamadas Adel, e pelo gráfico abaixo vemos como a popularidade do nome vem crescendo. Um olho não treinado poderá pensar que o crescimento é recente, sendo a popularidade da cantora britânica Adele uma possível explicação do fenômeno.

O primeiro álbum da cantora foi lançado apenas em 2008, mas o nome Adel vem crescendo rapidamente há mais de duas décadas.

Abaixo vemos um outro gráfico produzido com os mesmos dados do gráfico anterior. A diferença é que usei a escala logarítmica (de base 2) para descrever o número de meninas.

O gráfico é muito mais significativo que o anterior porque nos mostra que entre os anos 1993 e 2011 o nome Adel vem crescendo de maneira exponencial, o que é indicado pela reta vermelha pontilhada. A inclinação da reta é de 1/5.1, o que significa que em média a cada 5.

1 anos a popularidade do nome dobra (por isso escolhi o logarítmo de base 2).

Extrapolando a tendência atual, podemos prever que daqui apenas 30 anos todas as meninas nascidas em Israel se chamarão Adel! A previsão é obviamente absurda, e nos ajuda a entender o crescimento assustador deste nome. Por que então Adel, que nem mesmo tem origem hebraica? Não tenho a mínima ideia. O leitor está convidado a especular nos comentários.

Variedade de nomes

Mais de 20% dos meninos muçulmanos nascidos em 2012 tem os mesmos três nomes: Muhammad (10.7%), Ahmed (5.3%) e Mahmad (5.1%).

Eu não falo árabe, e não pude encontrar em nenhum lugar o nome Mahmad (מחמד), então provavelmente esta é uma grafia alternativa de Muhammad (מוחמד), e eu não sei ler direito, o que faria do nome do profeta (que a paz esteja com ele) um nome incrivelmente popular, com mais de 15% de name share. Será que os muçulmanos são menos originais que os judeus na hora de dar nome aos seus filhos e filhas? Sim e não.

O gráfico abaixo nos mostra a porcentagem de bebês nascidos em 2012 em função do número de nomes. Em azul e vermelho vemos que meninos judeus e meninas judias (respectivamente) seguem aproximadamente o mesmo padrão. Cinquenta por cento de cada uma das populações tem os mesmos 44 nomes.

Já entre muçulmanos a diferença entre meninos e meninas é enorme. A variedade de nomes dados aos meninos é muito pequena, e apenas 23 nomes correspondem a metade da população (curva verde).

Os nomes das meninas muçulmanas são muito mais variados (curva amarela), inclusive bastante mais que os judeus, e para se chegar a metade da população são precisos 72 nomes.

Unissex

A lista dos nomes mais populares de 2012 tem 400 nomes para meninos e meninas judeus. Escrevi um simples programa de computador para comparar as duas listas e encontrar nomes unissex, isto é, nomes que aparecem em ambas as listas.

Eu já estava cansado de saber que em Israel são muitos os nomes aceitos para ambos os sexos, mas o resultado da minha comparação me surpreendeu.

Dos 400 nomes de cada lista, 104 são unissex! Entre eles, os 20 nomes mais comuns, isto é, os que figuram mais alto em ambas as listas, são: Ariel, Noam, Daniel, Yuval, Ori/Uri, Amit, Elya, Yahli, Halel, Or, Orya, Lior, Maayan, Liam, Omer, Shachar, Ofir, Shai, Liel, Aviv.

É de se supor que todo nome começa apenas em um dos sexos, e com o tempo o outro sexo pode adotá-lo.

Dos 20 nomes unissex mais comuns, quem roubou mais de quem? Meninas se apossaram do nome de meninos, ou vice-versa? Se o nome é originalmente masculino e hoje também é usado para meninas, é lógico que seu ranking na lista dos meninos seja mais alto, pelo menos nas primeiras décadas.

Apenas seis nomes dos 20 citados acima figuram mais alto na lista das meninas: Yuval, Yahli, Halel, Orya, Maayan e Liel. Está claríssimo então que em Israel o mais comum mesmo é que nomes tradicionalmente masculinos passem a ser femininos também. Alguns exemplos do processo contrário são: Libi, Michelle/Michel, Agam, Roni, Noy, Michal, Shir.

Meu tio Sylvio, irmão do meu pai, se casou com a Silvia, mas estes não são exatamente o mesmo nome. Em Israel não é difícil conhecer casais com exatamente o mesmo nome. Uma das melhores amigas de minha esposa se chama Chen (חן), e se casou com um cara também chamado Chen. A primeira filha do casal foi chamada de Eli, mesmo nome de seu avô materno.

Nomes raros e proibidos

A tabela no fim deste artigo lista apenas os nomes mais populares.

E os nomes menos populares? O que em Israel é considerado raro, estranho, e até mesmo ofensivo? Eu bem sei que não é fácil viver em um lugar onde todos estranham o seu nome, e para mim foi um grande alívio dizer meu nome em Israel e não ter que repetir 3 vezes nem soletrar (Yair é o 15o nome mais popular para meninos). Suponho que meus colegas do Conexão Israel — João, Marcelo, Bernardo, Claudio — com nomes ‘normais’ no Brasil, sintam na pele o saco que é explicar o seu nome o tempo todo. Eu não devia, mas sinto um pouco de Schadenfreude, fazer o quê.

Em Janeiro de 2012 a comissão ministerial de assuntos constitucionais discutiu uma proposta de lei que permitiria o Ministro do Interior vetar nomes que possam causar dano à criança.

Foram citados nomes como Nana (נענע = menta), Eshkolit (אשכולית = grapefruit), Etrog (אתרוג = cidra), Chalon (חלון = janela), Shulchanit (שולחנית = mesinha), Adolf (אדולף), Menora (מנורה = lâmpada) e Snait (סנאית = esquila), entre outros. A proposta ficou para ser debatida mais tarde, e nunca voltou, por falta de apoio da coalisão.

Houve um movimento contrário à proposta de lei, argumentando que esta é uma intrusão inconstitucional, e que isso estagnaria o desenvolvimento natural da sociedade.

De toda forma, atualmente o Ministro do Interior já pode vetar um nome que “engane ou que atinja as condutas públicas ou seus sentimentos”, então efetivamente ninguém pode ser chamado de Adolf ou Kadafi. Em vários países do mundo existem restrições aos nomes, por exemplo, o Ministério da Justiça de Portugal tem uma lista de “Vocábulos Admitidos ou Não Admitidos como Nomes Próprios“.

Sobrenome que soa como nome

Ler o nome de alguém e não saber dizer o sexo já é um desafio. Um outro grande desafio é o fato de muitos sobrenomes em Israel serem também prenomes. Em algumas circunstâncias a ordem é antes o sobrenome e depois o prenome, como em escolas, exército, etc. Isso sem contar pessoas que preferem escrever o sobrenome antes do prenome, porque sim.

Avraham Tal

O rabino chefe sefaradi se chama Yitzchak Yosef. Eu tinha dois colegas de universidade chamados Amir Erez e Alon Yaniv. Alguns nomes de cantores e compositores: Avraham Tal, Meir Ariel, Idan Yaniv, Chaim Moshe, Tomer Sharon.

Troque a ordem dos nomes e o resultado será um outro nome completamente normal e aceitável.

Esse exercício funciona muito mais com homens, pois prenomes masculinos (isto é, tradicionalmente masculinos, pois já vimos que ‘quase tudo’ pode ser unissex) muitas vezes também podem ser sobrenomes.

Aliás, apenas mencionei pessoas com um prenome e um sobrenome. Essa é a norma em Israel.

Pouquíssimos tem dois sobrenomes, e embora ter dois prenomes não seja tão incomum, quase ninguém é chamado pelos dois prenomes (nada de José Carlos ou Ana Júlia).

Os únicos que me ocorrem agora são o pai do Sionismo Binyamin Zeev Herzl, e o poeta nacional Chaim Nachman Bialik. Conclusão, até você fundar um país, esconda o seu nome do meio, pelo menos em Israel.

Demais considerações

No gráfico do crescimento do nome Adel, parece que entre 2011 e 2012 o crescimento se acelerou ainda mais, e os 5 anos em média necessários para que o nome dobrasse sua popularidade talvez tenham se encurtado para apenas um ou dois anos. Em Novembro de 2014 saberemos melhor, aguardem.

É possível que o mais rápido aumento sim seja por causa da crescente popularidade da cantora Adele, que deu um empurrão mais forte a um nome que já crescia rapidamente. Contudo, é difícil demonstrar causalidade, certamente com os dados que tenho (cuidado com a falácia post hoc ergo propter hoc).

Transliterei os nomes mais comuns dados às crianças judias, vejam a tabela abaixo. Para você que tem um nome em hebraico, procure em que lugar está na lista, e saia contando a todos os familiares, mas apenas nesta próxima semana, senão fica chato.

Se você é mulher e não tem um nome em hebraico, ainda há esperança! Enquanto transliterava todos os 800 nomes percebi que quase não há nomes de origem não hebraica entre os meninos, mas são muitos os nomes estrangeiros entre as meninas. Alguns exemplos são Elisabeth, Nicole, Sofia e Frida.

Apesar de alguns nomes como Amy virem do inglês, eu os transliterei foneticamente para evitar confusões, então Amy ficou Eymi.

Alguns nomes aparecem mais de uma vez na mesma coluna, pois embora tenham grafia distinta em hebraico, eu os transliterei da mesma forma, por exemplo o nome feminino Lihi, que pode ser escrito ליהי (lugar 106) e também ליהיא (lugar 109).

O campeão de diferentes grafias é Ilay, que pode ser escrito de 8 maneiras: איליי, עילי, אילי, עיליי, אילעאי, אילעי, עלאי, עילאי. Outros nomes como Mishel e Daniel tem versões masculinas e femininas em outras línguas (Michel / Michelle, Daniel / Danielle), mas isso não faz a menor diferença em hebraico, já que soam a mesma coisa.

Encontrei muitos artigos na imprensa israelense sobre os nomes mais populares, mas todos eram muito parecidos, e basicamente repetiam os pontos principais do relatório preparado pela Agência Central de Estatística. É uma pena que nenhum veículo pôde oferecer a seus leitores algo a mais.

As análises feitas por mim foram relativamente simples, e usei dados que estão disponíveis ao público em geral.

Para terminar: estão faltando mais pessoas que gostam e sabem um pouco de matemática nos veículos de informação, para poderem nos oferecer leituras originais e para colorir nossas vidas com a magia dos números, e não nos fazer comer a mesma informação enlatada de sempre.

Materiais extra:
Estudo completo, preparado pela Agência Central de Estatística (hebraico)
Planilha com os dados, preparada pela Agência Central de Estatística (hebraico)

Foto de capa: adaptação de flickr
Foto de Avraham Tal: wikipedia
Os gráficos foram produzidos pelo autor, vide licença abaixo:

Graphics by Yair Mau is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.

Источник: http://www.conexaoisrael.org/todos-os-nomes/2013-12-16/yairmau

Embarazo y niños
Deja una respuesta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: