Queres conhecer o sexo do teu bebé desde a 5º semana?

Como saber se será menino ou menina?

Queres conhecer o sexo do teu bebé desde a 5º semana?

Sem sombra de dúvida, um dos grandes sonhos dos futuros pais, durante a gravidez, é saber o sexo do bebéque esperam. Muitos pais optam por não o saberem até ao nascimento, porém é muito importante para a maioria saber se será menino ou menina, e querem sabê-lo o mais cedo possível.

Normalmente, não se consegue saber o sexo do bebé até aos quatro meses de gravidez. Mas, e se quiser saber antes?

Existem alguns métodos caseiros que, ainda que não tenham qualquer fundamento científico, se utilizam com frequência para prever a sexualidade do bebé. Vamos detalhá-los a seguir e também explicaremos que métodos científicos são usados pelos médicos para saber se irá dar à luz um menino ou uma menina.

Métodos caseiros para conhecer o sexo do bebé

É preciso lembrar que estes métodos caseiros fazem parte das crenças populares quando se quer prognosticar o sexo do bebé. Dito isto, devem ser encarados como um jogo, sem qualquer base científica.

O bater do coração. Acredita-se que se o coração do bebé bate mais de 140 vezes por minuto é uma menina, se o faz menos, é um menino. Anote-o, quando fizer a próxima ecografia.

O teste da couve-roxa. Ferva uma couve, guarde a água da cozedura e misture-lhe umas gotas da sua urina. Se a água adquirir um tom roxo, terá um menino, mas se ficar rosada, terá uma menina.

A prova do anel. Este truque consiste em atar um fio em volta de um anel, significativo para si, e deitar-se.

Em seguida deve pedir ao seu companheiro, a um familiar, ou a uma amiga, que suspendam o anel pelo fio sobre a sua barriga. Se o anel balançar de um lado para o outro, como um pêndulo, terá um menino.

Pelo contrário, se ele girar em movimentos concêntricos será uma menina.

O alho. Esta prova requer uma certa força de vontade já que consiste em comer um dente de alho. Se, após a sua ingestão, notar que a sua pele emana um mau odor o bebé será um menino. Se não houver mau odor será uma menina.

• A tabela chinesa.Esta tabela de tradição ancestral determina, tendo em conta a idade da mãe e o mês da conceção, o sexo do bebé. Também existe a tabela Maia para prever o sexo da criança, que combina do mesmo modo a idade da mãe e o mês em que engravidou.

O calendário lunar.É um dos métodos caseiros mais populares para conhecer o sexo do bebé. Tem em conta a data do dia da conceção, algo difícil de comprovar em mulheres com ciclos menstruais irregulares.

A forma da barriga. Ainda que careça de relevância científica, um dos métodos mais utilizados por avós, tias e todo o tipo de parentes, para adivinhar se será menino ou menina, consiste em fixar-se na forma da barriga. Diz-se que será menina, se esta for redonda, e menino, se for pontiaguda.

Os enjoos matinais. Afirma-se que se tem muitos enjoos durante a gravidez é porque espera uma menina, se não os tem será um menino.

O formato do seu rosto. As avós dizem que se o seu rosto ficou arredondado é porque está à espera de uma menina, e, caso contrário, se não se alterou, será um menino.

Os desejos. São outra forma, segundo as crenças populares, de conhecer o sexo do bebé. Tem vontade de comer coisas doces ou salgadas? Se lhe apetecem doces, é porque será uma menina, se lhe apetecem coisas salgadas, um menino!

A cor dos seus mamilos. Se notar que os seus mamilos se tornaram mais escuros durante a gravidez, é provável que espere um menino. Se não mudaram de cor será uma menina.

Os pelos das pernas. Acredita-se que, se o pelo que cresce nas pernas e noutras partes do corpo, durante a gravidez, o faz de forma rápida é porque espera um rapaz, e que a isso se deve a testosterona extra.

A fórmula cigana. Basta somar a sua idade ao mês em que engravidou. Se der número par, é menino, se der ímpar, menina.

A temperatura dos pés. Este método tão simples consiste em estar atenta, durante a gravidez, ao facto de ter os pés gelados. Se assim for, significa que espera um menino, se os sentir quentes, será uma menina.

(Também lhe interessa: Tabela Maia para saber o sexo do bebé)

Métodos científicos para conhecer o sexo do bebé

A análise de sangue.

 É um dos métodos mais habituais para determinar o sexo do bebé e consiste em recolher uma amostra de sangue da futura mamã, a fim de analisar os fragmentos de ADN que pertençam ao feto.

A partir da sétima semana de gravidez, a presença destes fragmentos no sangue da mãe são o suficiente para determinar se a criança é portadora do cromossoma Y (menino) ou X (menina).

A amniocentese.Trata-se de um exame invasivo que se realiza para detetarproblemas congénitos no bebé, como a síndrome de Down, e que também permite conhecer o seu sexo. O exame consiste na extração de líquido amniótico com células fetais.

Aecografia. É o método mais conhecido na hora de determinar o sexo do bebé.

Normalmente, são usados os ultrassons para ver a imagem do bebé e a sua anatomia, o que também permite verificar o seu sexo.

A partir da semana 20 da gravidez, e dependendo da posição do feto na barriga, podem começar a distinguir-se os genitais do bebé, de modo a saber se será menino ou menina.

A placenta. Através da posição da placenta em relação ao feto, o que se conhece por método Ramzi, é possível determinar o sexo do bebé logo desde a primeira ecografia.

Abiópsia das vilosidades coriónicas trata-se de um exame invasivo semelhante à amniocentese, cujo principal objetivo é o diagnóstico de problemas genéticos, e que é feito durante o terceiro mês da gravidez. Consiste em extrair e analisar uma amostra do tecido que rodeia o feto e a placenta. Esta amostra tem a mesma composição genética das células do bebé e pode, por isso, revelar o seu sexo.

(Também lhe interessa: A sua gravidez, semana a semana)

Источник: https://www.omeubebe.com/gravidez/saude-cuidados-gravidez/menino-ou-menina

Ultrassom pode errar o sexo do bebê?

Queres conhecer o sexo do teu bebé desde a 5º semana?

Após fazer o ultrassom que revela o sexo do bebê, aposto que você ficou com vontade de sair correndo para comprar o enxoval e contar pra todo mundo, mas muita calma nessa hora!

Sabe por quê? Quando você faz o ultrassom morfológico, aquele realizado entre 11 e 14 semanas de gravidez? O seu obstetra pode ver o tubérculo genital fetal, que não é exatamente o genital do bebê.

A chance de erro do primeiro ultrassom na hora de identificar o sexo do bebê é de 20%, porque vai depender muito da posição do bebe. Parece pequena esta margem de erro? Acho grande suficiente para ao menos não fazer compras pensando em menina ou menino!

Quando o ultrassom pode dar certeza do sexo do bebê?

Aproximadamente na semana 16 de gestação, quando o bebê está mais formado é mais fácil ter certeza, mas ainda existe o risco do bebê não estar em uma posição que permita ver o sexo.

Você sabia que os laboratórios só afirmam categoricamente o sexo do bebê após 18 semanas? Isso acontece pelo risco de erro ainda ser considerado importante para eles, portanto são precavidos. Por isso, sempre que falarem o sexo do bebê para você, pergunte qual é a margem de erro, porque sempre existe um risco, mesmo que pequeno.

Qual exame dá 100% de certeza sobre o sexo do bebê?

Os exames genéticos que analisam os cromossomos e conseguem dar 100% de certeza sobre o sexo do bebê são os exames invasivos, como a Amniocentese, por exemplo, mas que não vale a pena o risco de realizar se for apenas para saber o sexo do bebê, este exame está indicado para gestações com alto risco de Síndrome de down ou outras síndromes cromossômicas no bebê.

O ideal são outros exames, também genéticos, porém não invasivos, como a sexagem fetal e o NIPT (teste pré-natal não invasivo), que dão uma segurança muito grande (quase 100%) na hora de confirmar o sexo, mas são exames realizados apenas no particular e nenhum convênio vai cobrir (até onde eu sei).

A sexagem fetal vai analisar apenas o cromossomo sexual do homem (Y) e pode ser realizada a partir da semana 9 de gravidez.

A técnica para a sexagem fetal é basicamente analisar se no sangue da mãe tem a presença do cromossomo Y, e caso este o cromossomo masculino não é detectado, consequentemente o sexo do bebê será uma menina.

Porém este exame não é seguro em caso de gravidez de gêmeos, porque caso seja detectado um cromossomo Y, ele tanto poderia ser dos dois bebês, quanto de apenas um deles.

  • Teste pré-natal não invasivo

Também realizado a partir de uma amostra do sangue da mãe, o estudo do DNA fetal através do teste pré-natal não invasivo (NIPT ou NACE), além de revelar o sexo, também vai detectar outras alterações cromossômicas importantes, como a Síndrome de Down, por exemplo. Este teste genético pode ser realizado a partir da décima semana de gestação, mas também não dá certeza em caso de gêmeos.

Confiança do ultrassom, de que depende?

Caso você vá contar apenas com a informação do ultrassom, meu conselho é esperar um pouco para fazer as compras do enxoval. No segundo trimestre, a ultrassonografia vai ser muito mais confiável e você ainda tem bastante tempo para que tudo fique perfeito para a chegada do seu bebê!

Para confiar no ultrassom, além de perguntar ao médico que realiza a ecografia, meu conselho é levar a foto do US para o seu obstetra confirmar. Os fatores que vão influenciar para o ultrassom revelar o sexo do bebê são:

  • Equipamentos mais modernos terão uma resolução melhor
  • Olho do médico, que se bem treinado, sempre será mais confiável
  • Posição do bebê, que inclusive é o fator mais importante e, para facilitar esta questão eu tenho uma dica! Uns 15 minutos antes de fazer o ultrassom, coma uma barrinha de chocolate (se seu obstetra deixar!), isso vai agitar o bebê e em um desses movimentos, quem sabe será mais fácil que seu bebê mostre se é menino ou menina e como bônus, ver ele se mexer durante o ultrassom é mágico! Eu recomendo!

Importante! Você precisa avisar se quer ou não saber o sexo

Se está pensando em um chá de revelação, peça para o médico anotar em um papel e não falar diretamente para você. Leve um envelope e peça para ele colocar o resultado dentro.

Quer que eu te conte?

Se você quer ver a versão desse post em vídeo, que tem um pouco menos de informações, porque fiz atualizações, acesse:

Sou Monica Romeiro, mãe do Lucas e da Larissa. Amo compartilhar minhas experiências e passar informações corretas e seguras para as mulheres que sonham em engravidar, para gestantes e para mamães. Convido você a conhecer meu blog e canal no .

Quem leu este post também se interessou por:

Источник: https://nace.igenomix.com.br/blog/ultrassom-pode-errar-o-sexo-do-bebe/

Embarazo y niños
Deja una respuesta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: